Intensidade - Jornal de Colombo

Intensidade

O ano de 2020 foi muito difícil para todos. A pandemia do novo coronavírus, a maior crise de saúde do atual século, somada a crise econômica em nosso país, gerou uma série de momentos incômodos a uma parcela enorme da sociedade. Definitivamente, não foi fácil. Muitos perderam empregos. Outros, perderam amigos. E milhares perderam a

O ano de 2020 foi muito difícil para todos. A pandemia do novo coronavírus, a maior crise de saúde do atual século, somada a crise econômica em nosso país, gerou uma série de momentos incômodos a uma parcela enorme da sociedade. Definitivamente, não foi fácil. Muitos perderam empregos. Outros, perderam amigos. E milhares perderam a vida para uma doença que aos poucos vai sendo desvendada pela ciência. É, não dá para negar que foi um ano intenso. Mas nós seguimos aqui: trabalhando, lutando, aprendendo e amando. A intensidade e dificuldade do ano de 2020 devem ser levadas, de alguma forma, como aprendizado para todos nós. Já houve outras pandemias em outros tempos. É preciso estar ciente de que não será a última na história da humanidade, especialmente se deixarmos de lado um aprendizado muito importante: toda a natureza está conectada. A destruição sistemática dos biomas cria um ambiente favorável para a intensificação e proliferação de doenças. Políticas ambientais de contenção dos danos que estamos causando à natureza são urgentes, assim como, individualmente, é urgente que passemos a repensar nossa própria cultura de consumo e relação com o meio ambiente.

Posts