Civilidade - Jornal de Colombo

Civilidade

A pandemia do novo coronavírus só evidenciou o que já podia ser visto a olhos nus: o caos social e a desigualdade que sempre imperaram em nosso país, principalmente após um longo período escravocrata e várias interrupções de nossa democracia após a implantação da República. O povo brasileiro, de forma publicizada, sempre foi tido como

A pandemia do novo coronavírus só evidenciou o que já podia ser visto a olhos nus: o caos social e a desigualdade que sempre imperaram em nosso país, principalmente após um longo período escravocrata e várias interrupções de nossa democracia após a implantação da República. O povo brasileiro, de forma publicizada, sempre foi tido como cordial e receptivo, mas a realidade nem sempre se mostra dessa forma. O Brasil já vivia um momento político, econômico e social conturbado, amplificado ainda mais pelas redes sociais, nem sempre espontâneas, mas de fácil propagação. Agora, com os nervos inflamados por uma disputa quixotesca de nosso dirigente máximo com seus próprios fantasmas, as vozes discordantes do país ficam ainda mais difíceis de se decifrar. A civilidade vai se tornando uma moeda de troca de pouco valor no câmbio político. O diálogo deve prevalecer, pois estamos enfrentando problemas que afetam a todos nós. É preciso unidade. Ou acabaremos ruindo de vez com as estruturas de uma sociedade que já era fragilizada. 

Posts