Vinte ônibus são adicionados à frota de Curitiba - Jornal de Colombo

Vinte ônibus são adicionados à frota de Curitiba

Vinte ônibus são adicionados à frota de Curitiba

Foram entregues na terça-feira, 21, no estacionamento da Rua da Cidadania do Pinheirinho, vinte novos ônibus que passarão a fazer parte do sistema do transporte coletivo de Curitiba. A entrega contou com a presença do prefeito da capital, Rafael Greca. Com estas novas aquisições, a frota curitibana passa a contar com 337 novos ônibus desde 2017.

Foram entregues na terça-feira, 21, no estacionamento da Rua da Cidadania do Pinheirinho, vinte novos ônibus que passarão a fazer parte do sistema do transporte coletivo de Curitiba. A entrega contou com a presença do prefeito da capital, Rafael Greca. Com estas novas aquisições, a frota curitibana passa a contar com 337 novos ônibus desde 2017. De acordo com a Prefeitura de Curitiba, o objetivo é totalizar 450 veículos até o fim do primeiro semestre de 2020. Atualmente, o transporte coletivo de Curitiba é composto por 1250 ônibus e atende cerca de 1,23 milhão de passageiros diariamente.

Além dos novos ônibus, foram apresentadas novas tecnologias, que serão utilizadas em breve, principalmente no sistema de bilhetagem. “São novos ônibus com tecnologia embarcada e que oferecem acessibilidade para as pessoas de idade e também para pessoas com deficiência. Os veículos têm inclusive sinalização em Braille e sistema de comunicação verbal, por alto-falante, para orientar motoristas e passageiros”, disse Greca. “Abrimos 2020 com mais ônibus novos e avanços robustos de tecnologia que garantem mais funcionalidade principalmente às áreas de bilhetagem e gestão da frota”, explicou o presidente da URBS, Ogeny Pedro Maia Neto.

Entre as inovações, estão a biometira facial, que faz o reconhecimento da face para evitar fraudes na utilização dos cartões de estudantes e de isentos, como idosos e portadores de necessidades especiais; a integração entre linhas, que permitirá a troca de linhas de ônibus com o pagamento de apenas uma tarifa, sem a necessidade de estar em um terminal de integração; a integração temporal, que possibilitará a troca de linhas de ônibus com o pagamento de apenas uma tarifa, mas desde que realizada dentro de um período determinado; a interoperabilidade entre sistemas metropolitanos, que permitirá, no futuro, que usuários de outros sistemas metropolitanos possam utilizar apenas um cartão para o pagamento da tarifa; a ampliação da tarifa diferenciada, mais barata em determinados horários do dia; a venda de créditos por aplicativos; o pagamento da tarifa com o celular, por meio da aproximação do aparelho habilitado ao validador; o pagamento com cartões de débito e de crédito; a operação com cartões cipurse, que oferecem mais segurança e a gestão da frota, com a modernização de todo sistema e utilização de equipamentos mais avançados para um maior controle sobre o cumprimento dos horários. “A inovação é aliada importante do nosso sistema de transporte e facilitará o cotidiano dos curitibanos, que poderão trocar de ônibus fora dos terminais e estações-tudo sem ter que pagar uma nova passagem”, ressaltou o prefeito.

Huergo
ADMINISTRATOR
PROFILE

Posts