SJP promove ação educativa sobre isolamento - Jornal de Colombo

SJP promove ação educativa sobre isolamento

SJP promove ação educativa sobre isolamento

A Prefeitura de São José dos Pinhais promoveu na tarde da última sexta-feira, 17, através de uma parceria entre as secretarias municipais de Saúde e Segurança, uma ação educativa sobre o isolamento social. A iniciativa foi realizada na Rua XV de Novembro, uma das mais movimentadas da cidade. O objetivo do poder público é conscientizar

A Prefeitura de São José dos Pinhais promoveu na tarde da última sexta-feira, 17, através de uma parceria entre as secretarias municipais de Saúde e Segurança, uma ação educativa sobre o isolamento social. A iniciativa foi realizada na Rua XV de Novembro, uma das mais movimentadas da cidade. O objetivo do poder público é conscientizar a população da importância de permanecer em casa durante esta pandemia, para evitar o contágio. Agentes da Secretaria de Saúde orientaram os transeuntes e ofereceram panfletos com informações referentes a este problema de saúde público. A Guarda Municipal de São José dos Pinhais também esteve presente na ação, transmitindo uma mensagem sonora de incentivo a permanência dos munícipes em casa. “A gente vai recomendar que as pessoas só saiam de casa se houver necessidade. Se tiver que sair, use sua máscara. Pode ser a caseira, que ele providencie, compre, ou confeccione em casa uma máscara comum, para evitar a contaminação”, destacou o diretor do Departamento de Promoção e Vigilância, Odevair Mathias. 

Inauguração

Nesta quarta-feira, a cidade de São José dos Pinhais recebeu a inauguração da Unidade de Atendimento Avançado Rui Barbosa. O espaço conta com leitos de emergências, leitos de observação, leitos de isolamento, e uma central de triagem para os casos de síndromes respiratórias.  “Todas as síndromes respiratórias vão vir para cá e vão ser triadas por médicos, enfermeiros, assistentes sociais, que vão dar o destino correto para esse paciente. Esse paciente vai ficar em isolamento em casa, de 7 a 14 dias, caso seja caso leve. Se precisar fazer um exame de testagem rápida, será o profissional médico, enfermeiro, desta Unidade, que vai dar esse encaminhamento”, explicou Débora Chemin, secretária de Saúde do município metropolitano.

Posts