Sanepar vai adotar novo modelo de rodízio - Jornal de Colombo

Sanepar vai adotar novo modelo de rodízio

Sanepar vai adotar novo modelo de rodízio

A Sanepar anunciou nesta terça-feira, 11, que a partir desta sexta-feira, 14, o rodízio no fornecimento de água em Curitiba e Região Metropolitana seguirá um novo modelo, prometendo menos tempo entre a suspensão e a retomada do abastecimento. De acordo com o órgão, o rodízio vai acontecer em três grupos de bairros, e não mais em cinco

A Sanepar anunciou nesta terça-feira, 11, que a partir desta sexta-feira, 14, o rodízio no fornecimento de água em Curitiba e Região Metropolitana seguirá um novo modelo, prometendo menos tempo entre a suspensão e a retomada do abastecimento. De acordo com o órgão, o rodízio vai acontecer em três grupos de bairros, e não mais em cinco como vinha sendo realizado. Além disso, a população ficará um dia e meio sem água e um dia e meio com água (36 horas X 36 horas).

Apesar de um início de chuvas que parecia promissor, a estiagem voltou a se intensificar. O nível médio dos reservatórios chegou a 28,85%, o pior nível da história da medição da Sanepar. Os níveis de cada barragem estão em 10,55% (Iraí), 32,8% (Passaúna), 17,3% (Piraquara I) e 83,3% (Piraquara II). O rodízio só será suspenso quando os níveis das barragens estiverem acima de 60% e as chuvas estiverem acima da média histórica.

Além de alterar a programação do rodízio, a Sanepar está lançando a Campanha Meta20 para que a população economize ao menos 20% do consumo de água. “Esses 20% equivalem a 100 milímetros de chuva. Com 100 milímetros de chuva ou de economia da população, ganhamos um mês de reservação”, disse o presidente da Companhia, Claudio Stabile, em coletiva de imprensa. “A população pode economizar e fazer a sua parte. Com essa mudança de postura, adotando medidas de uso racional, cada cidadão vai nos ajudar a garantir a água nos reservatórios por mais tempo, mesmo sem chuvas”, alertou.

Posts