Operação Cerol apreende materiais ilegais em Pinhais - Jornal de Colombo

Operação Cerol apreende materiais ilegais em Pinhais

Operação Cerol apreende materiais ilegais em Pinhais

O desrespeito às medidas de isolamento social trouxeram um outro problema. Diversos jovens e adultos têm se aglomerado para empinar pipa. Além de descumprirem o distanciamento social, muitos dos adeptos da atividade estão utilizando cerol nas linhas. O cerol é uma mistura de cola de sapateiro com vidro moído que deixa a linha da pipa

O desrespeito às medidas de isolamento social trouxeram um outro problema. Diversos jovens e adultos têm se aglomerado para empinar pipa. Além de descumprirem o distanciamento social, muitos dos adeptos da atividade estão utilizando cerol nas linhas. O cerol é uma mistura de cola de sapateiro com vidro moído que deixa a linha da pipa extremamente afiada. O objetivo do uso do cerol é derrubar “pipas adversárias”, mas acaba causando diversos acidentes, que podem ser fatais. A Guarda Municipal de Pinhais em conjunto com a Defesa Civil e a Polícia Militar realizaram no domingo, 21, a Operação Cerol. A ação ocorreu em seis pontos do município: Praça do Skate, Jardim Amélia, Rio Cubatão, Cancha do Weissópolis, Pineville e Vargem Grande.

A ação conjunta teve como objetivo conscientizar as pessoas para não utilizarem o cerol em fios de pipas, raias e papagaios, e orientar sobre a importância de não causar aglomerações. “Os casos de coronavírus têm aumentado muito em nosso município, temos realizado operações para tentar inibir, mas precisamos contar com a colaboração da população”, disse o superintendente da Guarda Municipal, Dorival Selbach Junior. Com relação ao cerol, no Paraná, existe uma lei que proíbe a fabricação, comercialização e o uso desse material. Nesta operação, cerca de 250 pessoas foram abordadas e foram recolhidos diversos carretéis de fios com cerol.
 

Posts