Governo anuncia tarifa de R$ 3,90 para ônibus da região de Curitiba - Jornal de Colombo

Governo anuncia tarifa de R$ 3,90 para ônibus da região de Curitiba

Governo anuncia tarifa de R$ 3,90 para ônibus da região de Curitiba

Em ação inédita no sistema de transporte, a Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec) anunciou nesta quarta-feira (04) um projeto-piloto para a aplicação de tarifa diferenciada do transporte coletivo metropolitano em horários de menor movimento. A nova tarifa, de R$ 3,90, é 60 centavos mais baixa que a convencional e será praticada na linha

Em ação inédita no sistema de transporte, a Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec) anunciou nesta quarta-feira (04) um projeto-piloto para a aplicação de tarifa diferenciada do transporte coletivo metropolitano em horários de menor movimento. A nova tarifa, de R$ 3,90, é 60 centavos mais baixa que a convencional e será praticada na linha C03 – Pinhais/Guadalupe a partir da próxima segunda-feira (09). O novo valor valerá para os períodos compreendidos entre 9h e 11h; 14h e 16h e das 20 horas até meia-noite.

O presidente da Comec, Gilson Santos, afirmou que a ação busca resgatar o protagonismo do transporte coletivo, que tem sido substituído pelo transporte individual e pelos aplicativos. “É uma ação inédita, que servirá como um piloto para todo o sistema, com o objetivo de atrair novos usuários. Se a experiência se mostrar viável, causará uma grande mudança social, algo que não vemos em Curitiba há muitos anos”, explicou. “A iniciativa atende a determinação do governador Carlos Massa Ratinho Junior de melhorar cada vez mais os transportes na Grande Curitiba”, afirmou Santos.

A linha foi escolhida por contar com veículos articulados, que podem comportar um número maior de passageiros com o possível aumento da demanda nos horários de menor movimento. Atualmente, cerca de 9 mil usuário utilizam essa linha, que sai do Terminal de Pinhais e segue até o Terminal do Guadalupe, no Centro de Curitiba.

Os testes seguirão até o dia 29 de novembro. Caso a experiência seja positiva, a Comec poderá ampliar a redução da tarifa para outras linhas. “Faremos um trabalho de forma muito responsável, já que se trata de um sistema que transporta 460 mil passageiros, são 195 linhas. Então é preciso responsabilidade com relação ao impacto financeiro”, disse Santos. “Mas estamos muito otimistas que esta experiência dê certo e, a partir dela, possamos ampliar para novas regiões e novas linhas de transporte metropolitano”, afirmou.

Posts