Com novo golpe do PIX, Procon-PR alerta os consumidores para se proteger dos golpistas - Jornal de Colombo

Com novo golpe do PIX, Procon-PR alerta os consumidores para se proteger dos golpistas

Com novo golpe do PIX, Procon-PR alerta os consumidores para se proteger dos golpistas

POR KAINAN LUCAS – JORNAL DE COLOMBO O Departamento Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon/PR), está alertando a população do estado para um novo golpe na praça com um dos serviços mais utilizados no Brasil, o PIX, que disponibiliza pagamentos e operações bancárias via celular. De acordo com o órgão, o golpista se

POR KAINAN LUCAS – JORNAL DE COLOMBO

Foto: Geraldo Bubniak/AEN

PIX

O Departamento Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon/PR), está alertando a população do estado para um novo golpe na praça com um dos serviços mais utilizados no Brasil, o PIX, que disponibiliza pagamentos e operações bancárias via celular. De acordo com o órgão, o golpista se passa por um gerente de uma instituição bancária e solicita que a vítima efetue transferências financeiras para uma espécie de “teste” em sua conta.

E já houve uma vítima aqui no Paraná. De acordo com a Polícia Civil, a mulher perdeu R$ 20 mil. “A dona da empresa disse que recebeu um telefonema de uma pessoa que afirmava ser o gerente do banco e que havia um problema no seu Pix. Ele pediu que essa empresária fizesse duas transferências. Essa pessoa fez o que lhe foi solicitado e perdeu o dinheiro, pois se tratava de um golpe. E essa pessoa que se fez passar pelo gerente do banco sabia até o nome do gerente oficial da conta da cliente”, afirmou Claudia Silvano, coordenadora do Procon/PR ao Jornal de Colombo.

Segundo Claudia, os golpistas estão utilizando de diversos meios para conseguir informações confidenciais dos consumidores. Com isso, as vítimas acham que estão conversando com alguém confiável, e acaba passando seus dados pessoais, como o endereço residencial, número do CPF e até o nome do gerente da conta bancária.

“É preciso tomar cuidado porque a única arma que a gente tem é a prevenção. É preciso ter em mente que banco não entra em contato fazendo esse tipo de abordagem. Ou se entrar em contato, o cidadão deve ter em mente que deve conhecer bem essa pessoa e já ter um relacionamento anterior. Reaver esse dinheiro é praticamente impossível”, completa Claudia.

Rogério Carboni, secretário estadual da Justiça, Família e Trabalho ressalta que a prevenção é o melhor caminho para não cair em golpes. “No caso de perceber algum contato telefônico suspeito, denuncie às forças de segurança e ao Procon/PR. As denúncias nos ajudam e tornar público esses casos, evitando que os criminosos façam novas vitimas”, disse.

Golpes no PIX tem sido constantes, alerta o Procon

O órgão de defesa do consumidor afirma que o número de golpes envolvendo o Pix têm sido recorrentes e vem crescendo de uma forma exponencial, e alerta que é preciso ter atenção e tomar cuidado com mensagens ou links duvidosos. De acordo com a Polícia Civil uma fraude conhecida é a criação de páginas falsas para enganar os usuários. A estratégia é redirecionar os alvos do golpe para sites falsos e, neles, roubar seus dados bancários. O golpe do WhatsApp clonado já era explorado muito antes do surgimento do Pix, mas essa nova forma de pagamento torna o golpe ainda mais eficiente. Há, ainda, falsas centrais de atendimento. 

A principal orientação para prevenção é buscar sempre meios oficiais, evitando clicar em links recebidos; nunca compartilhar o código de verificação; e não fornecer senhas fora do site do banco ou do aplicativo.

Kainan
EDITOR
PROFILE

Posts