PM descobre plantio de maconha em São José dos Pinhais e dois suspeitos morrem em confronto - Jornal de Colombo

PM descobre plantio de maconha em São José dos Pinhais e dois suspeitos morrem em confronto

PM descobre plantio de maconha em São José dos Pinhais e dois suspeitos morrem em confronto

O 17º Batalhão de Polícia Militar (17º BPM), pertencente ao 6º Comando Regional da PM (6º CRPM), descobriu uma plantação de maconha em um barracão na área rural de São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC) na tarde da última terça-feira, 17. Dois homens que estavam no local reagiram a abordagem e morreram

O 17º Batalhão de Polícia Militar (17º BPM), pertencente ao 6º Comando Regional da PM (6º CRPM), descobriu uma plantação de maconha em um barracão na área rural de São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC) na tarde da última terça-feira, 17. Dois homens que estavam no local reagiram a abordagem e morreram em confronto. Mais de 280 plantas e 380 mudas foram apreendidas. A ação faz parte das atividades do projeto piloto Em Frente Brasil, do Ministério da Justiça e Segurança Pública, para combater a criminalidade violenta na cidade.

A ocorrência teve início com uma denúncia anônima, que indicava que na região de Campestre da Faxina havia plantio de maconha. Como o local é de difícil acesso os policiais militares da Rondas Ostensivas Tático Móvel (ROTAM) tiveram que fazer a aproximação a pé pelo matagal. Ao chegarem a um barracão, o forte cheiro de maconha já indicou aos policiais o que havia lá dentro.

A equipe policial foi vista por dois homens armados, que ao perceberem que seriam abordados, correram para os fundos do terreno e começaram a atirar contra a equipe policial, iniciando uma troca de tiros. Ambos os suspeitos ficaram feridos e o Siate foi acionado para prestar atendimento, mas eles acabaram em óbito no local. Foram apreendidas duas armas de fogo (dois revólveres de calibres .32 e 38).

Ao verificar o galpão, os policiais militares encontraram uma sofisticada plantação e beneficiamento da droga. Havia 282 plantas neste local, armazenadas com luz artificial, sistema de ar-condicionado e outros dispositivos para preparar a planta. Numa casa próxima ao barracão, foram localizadas mais 388 mudas e 192 galhos secos na parte superior da residência. Também havia vários materiais para preparo e embalagem da droga, balanças de precisão e anotações que apontavam a organização criminosa. Com as medidas de praxe, o material foi apreendido e levado à Polícia Civil da cidade.

Posts