Como transformar um trabalho temporário em um emprego efetivo? - Jornal de Colombo

Como transformar um trabalho temporário em um emprego efetivo?

É notório que o mercado de trabalho temporário está em plena atividade no final de cada ano, com o início das festas natalinas, porém, não são poucas as pessoas que estão em busca de emprego. Observa-se que nesta época brotam oportunidades de trabalho temporário. A verdade latente, é que muitos que hoje estão realizando trabalhos

Foto: Gilson Abreu/AEN

É notório que o mercado de trabalho temporário está em plena atividade no final de cada ano, com o início das festas natalinas, porém, não são poucas as pessoas que estão em busca de emprego. Observa-se que nesta época brotam oportunidades de trabalho temporário. A verdade latente, é que muitos que hoje estão realizando trabalhos temporários serão efetivados amanhã na empresa, dependendo da atuação e desempenho em seu ambiente de trabalho. Sou sempre indagado, com a dúvida recorrente: o que as empresas buscam para efetivar um trabalhador temporário em um colaborador do seu quadro funcional? Neste contexto não pretendo esgotar o tema em sua totalidade, porém apresentarei nove comportamentos desejáveis, que se observados e praticados terão como resultantes a efetivação do colaborador durante o trabalho temporário, vejamos: 

1 – SER PONTUAL – A empresa não espera que o colaborador seja pontual, somente no comprimento do seu horário de trabalho pré-ajustado, mas também em sua entrega de resultados, pautados nas metas e objetivos estabelecidos dentro dos projetos realizados no período.  

2 – SER PRÓ-ATIVO – O colaborador que visa antecipar futuros problemas, necessidades ou mudanças leva vantagem.  

3- SER INTERESSADO – Seja a pessoa que revela interesse, demonstra simpatia, curiosidade, empenho e motivação para realizar o seu trabalho.

4 – POSSUIR ESPÍRITO DE EQUIPE – É preciso que a pessoa trabalhe junto de forma coesa, em direção a um objetivo comum, criando um ambiente positivo de trabalho. 

5 – PENSAR COMO O DONO – Tenha a mentalidade diferenciada de quem acredita no negócio, veste a camisa da empresa e deseja ver a empresa prosperar como um todo.

6 – SER RESPONSÁVEL – Seja o colaborador que responde por seus atos, que presta contas aos superiores das suas ações dando e recebendo feedback. 

7 – FAZER MAIS DO QUE O COMBINADO – O colaborador que sempre entrega mais que foi acordado, sempre encanta os clientes fazendo mais que o combinado. 

8 – BUSCAR O CONHECIMENTO – O colaborador deve buscar continuamente o conhecimento, ser um eterno aprendiz. 

9 – COMPARTILHAR O QUE SABE – Seja o colaborador que está sempre disposto a ajudar e compartilhar o seu conhecimento com a equipe.

Observa-se que não existe sorte, existem pessoas competentes que aproveitam oportunidades… Esteja pronto para quando a sorte brilhar em seu caminho, sendo competente para transformar uma oportunidade de trabalho temporário em emprego.

Marcelo Castilhos é especialista em Administração de pessoas e escreve no site www.marcelocastilhos.com.br. 

Posts