Skatista tira onda com cachorros radicais nas ruas de Colombo - Jornal de Colombo

Skatista tira onda com cachorros radicais nas ruas de Colombo

Skatista tira onda com cachorros radicais nas ruas de Colombo

É possível que você já tenha visto essa cena em Colombo ou até mesmo em Curitiba: em velocidade máxima, um rapaz desfila em seu skate longboard acompanhado por um cão. Um ou até mais. O personagem singular é Marco Aurélio Fragoso. O rapaz é morador do bairro Jardim Monza e desde adolescente descobriu que tinha

É possível que você já tenha visto essa cena em Colombo ou até mesmo em Curitiba: em velocidade máxima, um rapaz desfila em seu skate longboard acompanhado por um cão. Um ou até mais. O personagem singular é Marco Aurélio Fragoso. O rapaz é morador do bairro Jardim Monza e desde adolescente descobriu que tinha facilidade para adestrar animais domésticos. Skatista, Marco percebeu que seus cães também poderiam praticar o esporte radical. 

A primeira a experimentar o desafio de andar sobre as rodinhas foi Nega Preta, uma vira lata tranquila e simpática. Aos poucos, os demais também foram pegando gosto pelos passeios. Na ocasião da reportagem, saíram às ruas Nega Preta; o filho dela, o imponente Macaco; e a pequena e inquieta Tequila. Nos últimos anos, os cães se tornaram mais do que uma companhia doméstica para Marco, o acompanhando na busca por um emprego. Foram dois anos atrás de uma oportunidade, até que recentemente o rapaz foi admitido em um supermercado de Curitiba. 

Ao ver Marco passear junto com os animais, é perceptível o respeito às ordens, mas principalmente o carinho que eles têm pelo tutor. “Eles são tudo para mim”, afirma, enquanto mostra os diversos truques que os ensinou. 

Canal no YouTube

Há cerca de dois anos, Marco Aurélio criou um canal no YouTube (nega ska8), onde passou a publicar vídeos com a Nega Preta. Porém, o último vídeo postado foi há quatro meses. “Roubaram a câmera que eu tinha e a tela do meu celular quebrou. Aí ficou difícil”, relata. Marco garante que se Macaco estivesse junto, a câmera provavelmente ainda estaria com ele. “Uma vez estava passeando com um amigo junto e um cara tentou nos roubar, mas o Macaco não deixou”, conta, mostrando na prática como o animal protege o dono. 

Para retomar a produção no canal, Marco criou uma vaquinha online para a aquisição de uma câmera. “Eu gostaria de uma GoPro, mas qualquer câmera já ajudaria”, destacou. Para ajudar na vaquinha, CLIQUE AQUI.

Posts