Saúde reforça necessidade dos cuidados contra a Covid-19, mesmo após início da vacinação - Jornal de Colombo

Saúde reforça necessidade dos cuidados contra a Covid-19, mesmo após início da vacinação

Saúde reforça necessidade dos cuidados contra a Covid-19, mesmo após início da vacinação

A vacinação contra a Covid-19 no Brasil começa a dar seus primeiros passos, mas ainda há uma longa e árdua luta para que possamos comemorar a vitória contra a pandemia. Mesmo após o início da imunização, todos os cuidados que já estamos praticando devem ser mantidos. É o que explica a secretária de Saúde de

A vacinação contra a Covid-19 no Brasil começa a dar seus primeiros passos, mas ainda há uma longa e árdua luta para que possamos comemorar a vitória contra a pandemia. Mesmo após o início da imunização, todos os cuidados que já estamos praticando devem ser mantidos.

É o que explica a secretária de Saúde de Colombo, Dra. Rosalba Schülli dos Anjos. “A orientação da secretaria municipal é que a população continue com todas as medidas de prevenção, como de costume nosso já: usar máscara, continuar lavando as mãos, usando álcool gel, fazendo o distanciamento. A vacina já esta chegando, porém, a imunização será feita por grupos prioritários. Não tem  como abrir mão das medidas restritivas nesse momento”, destaca.

O mesmo vale para o funcionamento dos estabelecimentos, que continuam tendo a necessidade de seguir os decretos municipais e estaduais relativos à pandemia. A fiscalização deve ser reforçada nos próximos dias. “Para essas situações tem uma comissão que está se reunindo, que é o Comitê de Enfrentamento da Pandemia. A gente reativou esse comitê na semana passada, e já estão se reunindo para ver as questões de fiscalização, para reunir a Vigilância Sanitária, a tributação do município, a administração e a Guarda Municipal”, explicou Rosalba.

A secretária também lembra que a vacinação será feita por etapas. Na primeira etapa, que deve durar cerca de quatro semanas, serão imunizados os profissionais de Saúde que atuam na linha de frente de combate à pandemia e os idosos institucionalizados com mais de 60 anos. O segundo grupo será o de idosos entre 60 e 74 anos. A previsão que a vacinação deste grupo prioritário aconteça até o fim de fevereiro, embora ainda não exista uma data para as fases seguintes, pois há dependência das esferas estadual e federal. Na terceira fase de vacinação, o grupo prioritário será o de pessoas que possuem morbidades.  

Posts