Reunião discute conclusão do Contorno Norte - Jornal de Colombo

Reunião discute conclusão do Contorno Norte

Reunião discute conclusão do Contorno Norte

O presidente da Comec, Gilson Santos, esteve em Brasília nesta semana reunido com o diretor-geral da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Rafael Vitale, tratando sobre a conclusão do Contorno Norte de Curitiba, no trecho ainda não existente e que deverá ligar a Rodovia da Uva e a Rodovia Régis Bittencourt, em Colombo. A obra

O presidente da Comec, Gilson Santos, esteve em Brasília nesta semana reunido com o diretor-geral da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Rafael Vitale, tratando sobre a conclusão do Contorno Norte de Curitiba, no trecho ainda não existente e que deverá ligar a Rodovia da Uva e a Rodovia Régis Bittencourt, em Colombo.

A obra está prevista no contrato de concessão da rodovia Régis Bittencourt, sob responsabilidade da concessionária Arteris, porém ainda não teve início e nem mesmo definição de traçados e apresentação de projetos. O contrato foi assinado em 2008 e tem duração de 25 anos. “Nós já ultrapassamos a metade do contrato e sequer temos a previsão de início desta obra. Vale lembrar que ela é paga com o valor arrecadado pelo pedágio, ou seja, a população já está pagando por isso. E sabemos que é uma obra complexa e que levará tempo até sua conclusão. Não podemos mais ficar esperando que algo aconteça. A importância desta obra para todo o contexto metropolitano é enorme”, lembrou Santos.

Segundo a Arteris, a empresa trabalha na elaboração do Estudo de Impacto Ambiental – EIA/RIMA da obra, que deverá ser entregue no primeiro semestre de 2022 após atrasos ocasionados pela pandemia. “Além da questão da mobilidade urbana, que será amplamente beneficiada com esta obra, a sua não conclusão tem impactos na logística de produtos e no desenvolvimento da região, visto que as áreas ainda sem definição ficam congeladas pelo poder público e impossibilitadas de receber qualquer empreendimento”, destacou o dirigente, que solicitou que houvesse ao menos um cronograma estabelecido com as etapas a serem cumpridas pela concessionária para que a sociedade pudesse compreender o que está sendo feito e tivesse informações mais assertivas.

O diretor-geral Rafael Vitale se comprometeu a participar de uma reunião presencial com todos os interessados, no início do próximo ano, na região, para esclarecer o que está sendo feito e as próximas etapas do trabalho e renovou o comprometimento e interesse do Governo Federal com a conclusão da obra.

Estiveram presentes na reunião o diretor Administrativo e Financeiro da Comec, Rodrigo Stica; o Coordenador Jurídico, Fernando Maciel; e o assessor da Aspar, Maurício Uzeda.

O prefeito Helder Lazarotto comentou sobre o encontro em publicação feita no site da Prefeitura Municipal de Colombo. “Com essa obra sabemos que muitos problemas de acessibilidade e fluxo serão resolvidos para os que transitam por essa rodovia de importante acesso”, afirmou.

Posts