Receitas de medicamentos de uso contínuo, controlado e antirretrovirais têm validade estendida - Jornal de Colombo

Receitas de medicamentos de uso contínuo, controlado e antirretrovirais têm validade estendida

Receitas de medicamentos de uso contínuo, controlado e antirretrovirais têm validade estendida

A Prefeitura de Colombo, através da Secretaria de Saúde, anunciou nesta sexta-feira, 27, que devido a pandemia do coronavírus, os serviços de dispensação de medicamentos prestados através das Farmácias Municipais e do Centro de Testagem e Aconselhamento tiveram mudanças e entraram em vigência no último dia, 24. O objetivo principal da medida é diminuir o

A Prefeitura de Colombo, através da Secretaria de Saúde, anunciou nesta sexta-feira, 27, que devido a pandemia do coronavírus, os serviços de dispensação de medicamentos prestados através das Farmácias Municipais e do Centro de Testagem e Aconselhamento tiveram mudanças e entraram em vigência no último dia, 24.

O objetivo principal da medida é diminuir o fluxo de pessoas para evitar as aglomerações.“Essa é uma forma que encontramos para seguir dando continuidade a entrega de medicamentos considerados essenciais à população, e ainda assim evitar possíveis contágios por conta do Coronavírus”, explicou o secretário da pasta, Antoninho Barth.

Com as novas medidas, receitas de medicamentos contínuos do Programa de Cadastramento e Acompanhamento de Hipertensos e Diabéticos (HIPERDIA) terão sua validade estendida de 12 meses para 18 meses; outros medicamentos de uso contínuo da farmácia básica como, por exemplo, levotiroxina, carvedilol e carbonato de cálcio passam a ter a validade estendida de seis meses para 12 meses.Para medicamentos antibióticos segue valendo as regras vigentes da Anvisa com a validade da receita para dez dias. Para medicamentos básicos, as receitas passam a ter validade estendida de seis meses para 12 meses.

Em relação a remédios controlados, receitas de medicamentos sujeitos a controle especial terão validade de 90 dias a partir da data de emissão. Receitas antigas e que já foram dispensados 60 dias de tratamento, ganham validade para mais 30 dias. Novas receitas terão a dispensação realizada por até seis meses de tratamento, desde que esteja prescrito a quantidade para tal.

Por fim, medicamentos para o tratamento de Parkinson continuam com validade para seis meses. Já os antirretrovirais, terão receitas válidas por mais três meses.

Posts