Projeto visa inibir Aedes aegypti com semeadura de planta - Jornal de Colombo

Projeto visa inibir Aedes aegypti com semeadura de planta

Projeto visa inibir Aedes aegypti com semeadura de planta

Nesta segunda-feira, 26, a Prefeitura Municipal anunciou no site oficial a criação de um projeto que tem por objetivo inibir a presença do Aedes aegypti, o vetor de doenças como a Dengue, Chikungunya e Zika Vírus, através do plantio da Crotalária (Crotalaria-spectabilis), uma planta que atrai a libélula, predadora natural do mosquito. O lançamento do

Nesta segunda-feira, 26, a Prefeitura Municipal anunciou no site oficial a criação de um projeto que tem por objetivo inibir a presença do Aedes aegypti, o vetor de doenças como a Dengue, Chikungunya e Zika Vírus, através do plantio da Crotalária (Crotalaria-spectabilis), uma planta que atrai a libélula, predadora natural do mosquito.

O lançamento do projeto “Plante uma Crotalária e Salve Vidas”, aconteceu no Vivencial do Bosque. Segundo o poder público, a iniciativa vai distribuir inicialmente duas mil mudas para o município, com pretensão de amplificar o projeto para atender a maior parte da população.

A ação é uma parceria das secretarias de Assistência Social, Meio Ambiente, Agricultura e Abastecimento, Educação e Saúde, além do Colégio Agrícola, do Horto Municipal e do Centro de Combate à Dengue em Colombo.

A iniciativa será dividida em cinco etapas: a coleta das sementes; o plantio das sementes em recipientes recicláveis; a distribuição das sementes já germinadas; a orientação da população sobre a prevenção contra o mosquito; e orientações sobre as plantas, como a impossibilidade de consumo da espécie. A Crotalária também é uma planta que protege plantações, como as de milho, soja e caldo de cana, dos nematoides, uma espécie de parasita.

Estiveram presentes durante o lançamento, a idealizadora e coordenadora do projeto, Irani de Oliveira; a secretária de Assistência Social, Elis Lazarotto; o secretário de Meio Ambiente, José Vicente de Lima; a diretora do Departamento da Proteção Social Básica da Secretaria de Assistência Social, Karen Fernanda Scorsin e o diretor de Vigilância e Promoção em Saúde, Dr. Diogo Vasconcelos.

Posts