Presente de aniversário: Gruta do Bacaetava é reaberta - Jornal de Colombo

Presente de aniversário: Gruta do Bacaetava é reaberta

Presente de aniversário: Gruta do Bacaetava é reaberta

Na tarde desta quarta-feira, 3, a Prefeitura Municipal de Colombo, através do Departamento de Turismo da Secretaria de Indústria, Comércio, Turismo e Trabalho, promoveu a reabertura da Gruta do Bacaetava, um dos pontos turísticos mais conhecidos do município. O primeiro passeio dentro da Gruta nesta retomada foi realizado pelo prefeito Helder Lazarotto, acompanhado pelo vice-prefeito

Na tarde desta quarta-feira, 3, a Prefeitura Municipal de Colombo, através do Departamento de Turismo da Secretaria de Indústria, Comércio, Turismo e Trabalho, promoveu a reabertura da Gruta do Bacaetava, um dos pontos turísticos mais conhecidos do município. O primeiro passeio dentro da Gruta nesta retomada foi realizado pelo prefeito Helder Lazarotto, acompanhado pelo vice-prefeito Alcione Giaretton e sua equipe de secretários. “É uma retomada da visitação de uma forma controlada tendo como base os últimos decretos estaduais relativos à Covid-19 que liberou o funcionamento dos parques, mas com todo o cuidado, com o controle da entrada de pessoas e o controle dos protocolos sanitários. É um avanço também ter o nosso maior espaço turístico funcionando, mesmo que de forma limitada em função da pandemia, mas estando em funcionamento. Mesmo em meio a toda essa situação da pandemia, é um momento marcante, de alento e alegria para a nossa população e para aqueles visitantes que vêm conhecer o nosso município”, afirmou. “É um presente para nossa cidade nesses 131 anos que se comemoram neste dia 5 de fevereiro”, acrescentou o prefeito, lembrando das comemorações de aniversário da emancipação política de Colombo.  

A visitação foi acompanhada pelo diretor do Departamento de Turismo, Nelson Goulart, que ressaltou a simbologia do monumento natural para Colombo e para o atual momento. “É muito importante essa reabertura, tem vários significados. Primeiro que a demanda é muito grande para a visita da Gruta, não só dos nossos cidadãos de Colombo, mas também de cidadãos da Região Metropolitana de Curitiba, de fora do Paraná e de outros lugares do país. Um lugar tão especial e tão bem montado como a Gruta, não fazia sentido ficar fechado. Por outro lado, também é muito importante porque sinaliza para as pessoas da cidade que nós estamos realmente imbuídos de levar o turismo de Colombo muito à frente. É um símbolo dessa nossa disposição de levar o turismo para a frente”, disse. 

Funcionamento 

A entrada na Gruta do Bacaetava será controlada, não apenas em razão da pandemia do coronavírus, mas também por diversas restrições ambientais, para proteção do espaço natural do parque. “A partir de agora há toda uma programação clara até o dia 31 de dezembro. A população poderá consultar nossas páginas no Facebook, no Instagram, no Tik Tok e vão encontrar todos nossos horários. Via de regra, o parque vai funcionar de quarta a domingo e feriados. Quando tivermos um feriado na segunda e na terça, não abrimos na quarta e na quinta seguintes. Entretanto, como há o manejo de meio ambiente da Gruta, temos o horário limitado e também de número de pessoas, até pela Covid-19. Começaremos às 9h e vamos até às 16h, quando acontece a última visitação. Essa última entrada na Gruta termina às 16h30, e em trinta minutos a gente organiza tudo para o dia seguinte e já dá tempo dos animais entrarem na caverna porque é o horário que eles voltam. Por isso é importante nos acompanharem nas redes sociais e verificar antes de vir se tem disponibilidade”, detalhou. “Não é preciso fazer agendamento para grupos familiares, mas há essa limitação. Se chegar muito tarde, próximo das 16h, e o último grupo já estiver completo, não será possível fazer a visita”, alertou Goulart. 

Projetos 

O turismo será um dos carros chefes na retomada econômica de Colombo na atual gestão. Segundo o diretor de Turismo do município, há três projetos já encaminhados para a futura implantação. “Em primeiro lugar, temos o projeto de reavivamento do Circuito Italiano de Turismo Rural. Já temos uma reunião marcada para o dia 24 de fevereiro no Pavilhão de Eventos do Bosque da Uva, que já voltou a ser administrado pelo Departamento de turismo. Foi uma das coisas que eu solicitei e o prefeito já autorizou. O nosso Turismo Rural foi líder no Brasil, não só no Paraná. Na década de 90 começamos a fazer esse trabalho, que se desenvolveu muito no início dos anos 2000 e agora precisamos retomar aquela energia que nós tínhamos, porque nós temos coisas maravilhosas aqui. Excelente gastronomia, um enoturismo fantástico, com vinícolas de excelente qualidade”, destacou.  

O segundo passo será o lançamento de uma feira livre no Bosque da Uva. “Essa feira vai ser muito importante. A ideia é ser uma feira aberta. Quem quer trazer coisas antigas para vender, traz. Os nossos agricultores vão ter uma banca de produtos orgânicos, nossos artesãos vão trazer o artesanato. Teremos uma lanchonete para um café da manhã, com a polenta brustolada. Pessoal de carros antigos, de motos, poderão fazer seus encontros de manhã, entre outros”, detalhou Nelson.  

Para finalizar, o dirigente falou sobre o uso do cicloturismo como forma de atrair ainda mais visitantes. “Vamos fazer uma ciclovia para ligar o Bosque da Uva à Gruta do Bacaetava, voltando pelo São João, Ribeirão das Onças, por um caminho que dá em torno de 25km, com estações, pontos de apoio. Aqui na Gruta e também no Bosque teremos em breve um bicicletário”, encerrou. 

Posts