Por coronavírus, descarte do lixo deve ser feito com cuidado, alerta Meio Ambiente - Jornal de Colombo

Por coronavírus, descarte do lixo deve ser feito com cuidado, alerta Meio Ambiente

Por coronavírus, descarte do lixo deve ser feito com cuidado, alerta Meio Ambiente

De acordo com a Secretaria de Meio Ambiente de Colombo, o descarte de resíduos sólidos deve receber ainda mais atenção do que já merece, em razão da proliferação do novo coronavírus. Para evitar o contágio do SARS-CoV-2 através do lixo, é necessário tomar algumas medidas, especialmente para as famílias que possuem em casa cassos suspeitos ou

De acordo com a Secretaria de Meio Ambiente de Colombo, o descarte de resíduos sólidos deve receber ainda mais atenção do que já merece, em razão da proliferação do novo coronavírus. Para evitar o contágio do SARS-CoV-2 através do lixo, é necessário tomar algumas medidas, especialmente para as famílias que possuem em casa cassos suspeitos ou confirmados da Covid-19.

Entre as medidas, está a “quarentena” dos resíduos. A recomendação é esperar 72 horas até que o descarte seja feito, tempo considerado suficiente para que o vírus, caso esteja em algum item do lixo, esteja morto. “Orientamos para que se coloque em dois sacos de lixo e que ocupe no máximo dois terços do saco, para que tenha espaço suficiente para o fechamento e assim evitar que o coletor tenha contato com aquele tipo de resíduo ou que o mesmo possa se espalhar pela rua”, explica o secretário da pasta, Evandro Busato.

Além disso,em caso de uso de luvas e máscaras descartáveis, estas não devem ir para a coleta seletiva de recicláveis. Estes itens devem ser descartados no lixo comum (orgânico), mas passando pelo mesmo processo de segurança, ou seja, de aguardar 72h para então ser entregue à coleta. Já os resíduos orgânicos de residências que não apresentam casos suspeitos ou confirmados para o Covid-19, deverão ser ensacados com dois sacos também, e como este descarte é feito diretamente em aterros sanitários, não é necessário fazer a quarentena do resíduo.

Em compensação, todo lixo reciclável, em qualquer residência, deve passar pelo período de 72 horas de armazenamento. É importante lembrar que este material é manipulado posteriormente pelas associações de catadores, que possuem centenas de trabalhadores que podem ficar expostos ao contágio caso essa orientação não seja seguida. A orientação com o saco de lixo resistente e descartável é a mesma, utilizando dois deles e que ocupe no máximo dois terços da sua capacidade para que tenha espaço suficiente para fechar a embalagem. Depois de aguardar o tempo determinado já pode ser posto para a coleta seletiva. “Tudo isso é para garantir a segurança e proteção dos coletores e recicladores que estão recebendo os materiais normalmente, por se tratar de serviço essencial à população, para que assim, com esses cuidados, não tenham contato ou possível contaminação com o coronavírus”, afirma o secretário.

O secretário reforça ainda uma questão rotineira. Para agulhas e objetos cortantes como copos e louças que foram quebrados, a sugestão para a proteção aos coletores, é utilizar garrafas pet, que podem ser cortadas, acondicionando os objetos dentro e posteriormente lacrar com fita adesiva, por exemplo. O descarte indevido é considerado crime ambiental e é passível de multa.

O trabalho de coleta do lixo não foi alterado em razão da pandemia. Dessa forma, o recolhimento de resíduos orgânicos acontece três vezes na semana, exceto nas áreas rurais, que são duas vezes, e o lixo reciclável permanece uma vez na semana. Para saber o dia específico da coleta em cada região ou bairro, acesse o site da prefeitura www.colombo.pr.gov.br, clique no canto superior direito em Secretarias, em seguida na aba Secretaria de Meio Ambiente e busque pelo seu bairro, na área de limpeza pública e resíduos sólidos. A Secretaria Municipal de Meio Ambiente também faz a coleta de resíduos volumosos (móveis, geladeiras, eletroeletrônicos) galhos, caliças, e carcaças de animais mortos. Basta entrar em contato e agendar a retirada. Mais informações pelo telefone: (41) 3656-4849.

Posts