Festa da Uva, uma tradição interrompida - Jornal de Colombo

Festa da Uva, uma tradição interrompida

Festa da Uva, uma tradição interrompida

A pandemia do novo coronavírus nos impediu de fazermos muitas coisas durante o ano de 2020. Deixamos de nos reunir com amigos, de ir a festas, de trabalhar em meio a grandes grupos de pessoas, de praticar esportes coletivos, entre outras atividades que já eram parte de nossa rotina. Ao menos, ainda foi possível no

A pandemia do novo coronavírus nos impediu de fazermos muitas coisas durante o ano de 2020. Deixamos de nos reunir com amigos, de ir a festas, de trabalhar em meio a grandes grupos de pessoas, de praticar esportes coletivos, entre outras atividades que já eram parte de nossa rotina. Ao menos, ainda foi possível no ano passado comemorar o aniversário de Colombo com a tradicionalíssima Festa da Uva, o maior evento ligado à cultura italiana do Estado do Paraná. Neste ano de 2021, porém, a Covid-19 fez com que a festividade tivesse de ser cancelada, deixando um óbvio vazio nas cerimônias dos 131 anos de emancipação política de Colombo.  

O mais importante neste momento, contudo, é mesmo a segurança dos colombenses, povo que criou a Festa da Uva em 1959. A origem do evento está diretamente ligada à tradição católica da cidade. As lideranças da Igreja Matriz Nossa Senhora do Rosário de Colombo decidiram realizar uma grande missa campal nas proximidades do Lago Tumiri, no Centro de Colombo, que acabou sendo a primeira Festa da Uva do município. 

Na história, a Festa da Uva também teve alguns momentos de interrupção como o atual. De acordo com a Prefeitura Municipal, no final dos anos 70 e início dos anos 80, o evento passou a ser realizado a cada dois anos, voltando a ser anual em período posterior. Entre 2001 e 2004 a festividade foi cancelada, para uma alegada adequação do Bosque da Uva, tradicional sede do evento. Em 2005, a festa foi retomada, chegando a ser realizada no mês de agosto com o nome de Festa do Vinho, mas já em 2006 a tradição de comemorar o aniversário da cidade foi restaurada. Nos anos de 2017 e 2018 a Festa da Uva também não foi realizada, retornando ao calendário de eventos em 2019.  

Nos anos mais recentes, a Festa da Uva virou símbolo de grandes shows, recebendo artistas de relevância nacional, mas também sendo um palco importante para bandas e artistas locais. Em 2020, por exemplo, o evento contou com a participação da dupla Chitãozinho & Xororó, considerada uma das maiores duplas sertanejas do Brasil.  

O prefeito Helder Lazarotto lamentou a impossibilidade de promover o evento, que além de exaltar a produção rural e a cultural local, também contribui para a economia e o turismo de Colombo. “Lamentamos pela ausência da festa deste ano por conta da Covid-19, mas o momento exige cautela para evitar novas contaminações. É a maior festa da Colônia Italiana, temos esta tradição que vem dos nossos nonos. Beneficia os agricultores, divulga o nosso potencial turístico e ainda se torna uma grande vitrine para nossos artistas locais, além de mostrar também o potencial das nossas indústrias, comércio e dos nossos artesãos. Assim que nossa população estiver protegida vamos retomar essa tradição com uma grande festa”, prometeu o prefeito. 

A expectativa é que a Festa da Uva possa ser retomada em 2022, com a perspectiva de ser remodelada, buscando atrair um público ainda maior do que das últimas edições e possibilitar mais negócios para a cidade.  

Posts