Executivo encaminha projeto de lei que proíbe fogos de artifício barulhentos em Colombo - Jornal de Colombo

Executivo encaminha projeto de lei que proíbe fogos de artifício barulhentos em Colombo

Executivo encaminha projeto de lei que proíbe fogos de artifício barulhentos em Colombo

Na manhã desta terça-feira, 23, em ato simbólico realizado no Pavilhão de Eventos do Bosque da Uva, na Sede, o prefeito Helder Lazarotto assinou e encaminhou um projeto de lei que visa proibir a utilização de fogos de artifício com estampido no município de Colombo. Segundo a Prefeitura, o projeto já vinha sendo trabalhado internamente

Na manhã desta terça-feira, 23, em ato simbólico realizado no Pavilhão de Eventos do Bosque da Uva, na Sede, o prefeito Helder Lazarotto assinou e encaminhou um projeto de lei que visa proibir a utilização de fogos de artifício com estampido no município de Colombo. Segundo a Prefeitura, o projeto já vinha sendo trabalhado internamente pelos servidores da Secretaria de Meio Ambiente e deve ser votado pelos vereadores na Câmara Municipal nas próximas semanas. O documento também foi assinado pelo presidente do Legislativo, Vagner da Viação

O principal objetivo da nova legislação é proteger a saúde de autistas, idosos, pacientes acamados, pessoas com hipersensibilidade e animais, que eventualmente sofrem com o desconforto causado pela poluição sonora dos fogos de artifício barulhentos. “É um projeto de lei que tem uma simbologia muito forte de respeito à causa animal, de respeito aos autistas e aos idosos. É um marco inicial que demonstra o que será o nosso trabalho nessas áreas e em breve teremos várias novidades voltadas a este público. Temos a intenção e a vontade de fazer muito por este público tão importante na nossa cidade”, pontuou o prefeito Helder Lazarotto. 

A proposição de uma lei como essa, coloca Colombo de forma equiparada a outros municípios que já dispunham de tal legislação. O prefeito Helder destacou a necessidade de modernização das leis e da gestão municipal. “Nós falamos muito sobre isso no período eleitoral. No nosso plano de governo há o projeto da desburocratização, que passa pela questão da modificação de várias leis de forma a facilitar a vida do nosso cidadão, seja na causa animal, na abertura de uma empresa, na instalação de um serviço, nós queremos simplificar a relação do poder público com a comunidade”, disse. 

O secretário de Meio Ambiente, José Vicente de Lima, valorizou a importância da criação deste projeto. “É uma necessidade que Colombo já demandava. Outros municípios do Paraná já possuem essa lei. É importante pela questão animal, mas também pelas pessoas. Você já imaginou a mãe que tem um filho autista, o sofrimento no final do ano que esse garoto sofre? Essa lei tem relação com um monte de efeitos negativos que os fogos trazem e é algo que não vai prejudicar ninguém. As pessoas vão continuar comercializando os fogos, vão poder continuar comemorando, desde que esses fogos não façam barulho”, ressaltou o dirigente. “Teremos outras leis, outras ações de proteção animal. Queremos fazer um trabalho muito maior do que vinha sendo feito”, completou.

A protetora de animais Adriane Cristine Elóy, do grupo ‘Quem ama adota’, comemorou este primeiro passo. e listou outras demandas existentes para a causa animal. “Já se esperava dessa nova gestão esse projeto, dando continuidade ao que outros municípios da Região Metropolitana já fizeram. Temos uma série de reivindicações, mas de imediato o que pedimos é a continuidade do programa de castração, e a ampliação desse programa, de forma que atinja a população em geral, em especial a mais carente, e investimentos para a profilaxia das doenças. Colombo precisa de um programa de vacinação efetivo”, destaca. 

A ativista Elizangela Machado, da Associação de Pais e Amigos do Autista de Colombo (APAC), também avaliou de forma positiva a proposta. “Veio em uma hora boa, oportuna. Só tenho a agradecer a atual gestão pois ouviu uma boa parte da população. Representando os autistas, falo pelos meus filhos, que será muito benéfico na vida deles. Que isso seja realmente fiscalizado e que a gente possa ver os bons resultados nas festividades e no dia a dia”, comentou.

Também estiveram presentes no evento os vereadores Anderson Prego, Cezinha Heua, Evandro França, Pastor Carlinhos, Ratinho, Renato da Farmácia, Sidinei Campos e Vital Cabeleireiro; os ex-vereadores Élcio do Aviário e Binho do Aviário e o secretário de Desenvolvimento Urbano, Rodrigo Muller. 

1 comment

Posts