Construção do novo bloco didático do IFPR Colombo vai atender 1200 alunos - Jornal de Colombo

Construção do novo bloco didático do IFPR Colombo vai atender 1200 alunos

Construção do novo bloco didático do IFPR Colombo vai atender 1200 alunos

Está sendo promovida atualmente a construção do novo bloco didático do Campus Colombo do Instituto Federal do Paraná (IFPR), localizado na antiga sede campestre da Associação Banestado, no bairro Roça Grande. O espaço será utilizado para o atendimento de aproximadamente 1200 alunos de nível Médio Profissionalizante e Pós-Graduação. Na última quinta-feira, 23, a prefeita Beti Pavin,

Está sendo promovida atualmente a construção do novo bloco didático do Campus Colombo do Instituto Federal do Paraná (IFPR), localizado na antiga sede campestre da Associação Banestado, no bairro Roça Grande. O espaço será utilizado para o atendimento de aproximadamente 1200 alunos de nível Médio Profissionalizante e Pós-Graduação. Na última quinta-feira, 23, a prefeita Beti Pavin, o vice-prefeito Sergio Pinheiro e o secretário de Indústria, Comércio, Turismo e Trabalho, Antonio Ricardo Milgioransa, realizaram uma inspeção das obras. 

Na ocasião, a prefeita elogiou a estrutura que está sendo montada. “Será um espaço apropriado, com condições para receber a comunidade escolar. Quando estiver finalizado será um belíssimo local e contribuirá imensamente para a qualificação dos nossos estudantes”, afirmou Beti Pavin. O terreno onde estão sendo construídas as novas instalações foi cedido através da Prefeitura Municipal. O novo prédio terá uma área total de 6.482,94m² e recebe um investimento de R$ 7.817.148,86. “É um projeto que foi pensado e todo estruturado pedagogicamente e administrativamente. Os profissionais e alunos terão condições amplas e sólidas para desenvolver pesquisas, inovações e artes. Também poderão contar com um refeitório e um espaço para as atividades esportivas”, disse Sergio Pinheiro.

A unidade abrigará 17 salas de aula, auditório, biblioteca, cinco laboratórios de informática, laboratórios de alimentos, física, química, biologia, além de salas administrativas e de apoio. “A estrutura da instituição oferecerá muito conforto e um atendimento mais adequado aos estudantes da região. Não medimos esforços para ajudar na qualificação e capacitação dos nossos jovens e adultos para o mercado de trabalho”, completou o secretário Antonio Ricardo Milgioransa.

Posts