Colombenses são reconhecidos por arte adesiva - Jornal de Colombo

Colombenses são reconhecidos por arte adesiva

Colombenses são reconhecidos por arte adesiva

Uma dupla de adesivadores de Colombo, formada por Rodrigo Nogueira da Silva, da RNogueira Plotagens, e James Garcia, da GRC Adesivação e D’Core Adesivos, tem dado o que falar na área de envelopamento automotivo. Os dois profissionais foram campeões recentemente da etapa regional do Nordeste do Cambea, o Campeonato Brasileiro de Envelopamento Automotivo, e estão

Uma dupla de adesivadores de Colombo, formada por Rodrigo Nogueira da Silva, da RNogueira Plotagens, e James Garcia, da GRC Adesivação e D’Core Adesivos, tem dado o que falar na área de envelopamento automotivo. Os dois profissionais foram campeões recentemente da etapa regional do Nordeste do Cambea, o Campeonato Brasileiro de Envelopamento Automotivo, e estão classificados para a etapa nacional da competição, já de olho em uma visibilidade internacional. “Na etapa Sul, nós ficamos na segunda posição, e na etapa do Nordeste, levamos o título, garantindo a vaga para o Brasileiro, onde está em disputa uma vaga para o Mundial, na Espanha”, explicou James. No dia a dia do trabalho dos adesivadores, há uma gama de serviços ampla, que vai desde a criação de adesivos comuns até a aplicação de decorações em paredes e veículos.

Nas competições, os profissionais da área aproveitam para exercer ainda mais a criatividade e as técnicas do segmento. “É um momento em que elevamos o nosso profissional ao patamar da diversão. Nós nos distraímos, revemos os amigos e levamos o nosso cotidiano para um momento mais descontraído”, comentou James, que detalhou como funciona a disputa. “Nos campeonatos há uma temática a se trabalhar. Mas nós não sabemos qual vai ser o tema. Nós chegamos no evento, fazemos o reconhecimento do carro a ser envelopado e aí eles apresentam a temática. É tudo inusitado, feito na hora. E o campeonato não consiste apenas na aplicação do layout. Há algumas regras, como uma determinada logomarca estar em uma medida do vidro. São diversos itens bem rigorosos que são levados em consideração pelos juízes e por nós, na hora da aplicação”, conta. 

Em 2019, a equipe ficou com a terceira posição na etapa nacional. “Esse reconhecimento é uma valorização da nossa mão de obra. Além da especialização que a gente ganha participando nesses eventos. Nós não vamos para lá apenas para ser o melhor, mas em busca de conhecimento relacionado ao nosso trabalho, e de ganhar experiências que a gente possa aplicar em nosso mercado aqui em Colombo”, destacou Rodrigo. Para a dupla, as conquistas e os constantes eventos na área mostram um grande caminho a seguir. “No início, você trabalhava apenas com uma espátula, um estilete e uma fita crepe. E hoje você tem um suporte tecnológico que facilita a forma de trabalho. O mercado, os produtos da área vem evoluindo. Temos uma expansão de profissionais também, e a expansão do mercado em si está sendo bem positiva para nós. A tendência é que o segmento siga em crescimento”, afirma James.? 

Posts