Base educacional e capacitação como meios de desenvolvimento – Jornal de Colombo

Base educacional e capacitação como meios de desenvolvimento

Base educacional e capacitação como meios de desenvolvimento

Atualmente, Colombo é a oitava maior cidade do Estado em número de habitantes e possui uma das quinze maiores economias do Paraná. Para aumentar este status, aliado ao crescimento populacional, surge como necessidade a criação de oportunidades educacionais e profissionalizantes, especialmente para os jovens. De acordo com a corretora de imóveis, voluntária em serviços sociais

Atualmente, Colombo é a oitava maior cidade do Estado em número de habitantes e possui uma das quinze maiores economias do Paraná. Para aumentar este status, aliado ao crescimento populacional, surge como necessidade a criação de oportunidades educacionais e profissionalizantes, especialmente para os jovens.

De acordo com a corretora de imóveis, voluntária em serviços sociais e candidata a vereadora por Colombo, Shirlei Ribeiro é necessário ofertar uma base a partir de políticas públicas, que aliem a Educação, a Assistência Social e a Indústria e Comércio do município. “A Prefeitura já oferece alguns cursos básicos, como manicure, confecção de bolos e salgados, etc. Mas é preciso incentivar as pessoas e divulgar esses cursos de forma adequada. O poder público tem que entender que na nossa sociedade há muitas pessoas sem a devida instrução, sem acesso à internet. Acaba não chegando essas informações à população”, afirma.

Para Shirlei, o foco deve ser em especial nos adolescentes e na primeira infância. “O Governo federal já dispõem, em várias áreas, não apenas no setor de serviço social, de recursos que acabam não chegando aos municípios. Há muitos casos de violência, de abandono, especialmente do grupo infantil de 0 a 6 anos. Por isso é preciso alguém que tenha disposição para buscar esses recursos”, destaca. “Também temos a questão dos adolescentes. Chega no momento de entrar no mercado de trabalho e ele não sabe preencher um currículo, não imagina como pode ser uma entrevista de emprego. É preciso dar uma base para a primeira infância e para o primeiro emprego dos adolescentes locais. É preciso dar uma assistência a essas pessoas que são o futuro da nossa cidade”, acrescenta. 

Posts