Aluno e escola colombenses são campeões na Olimpíada Brasileira de Robótica - Jornal de Colombo

Aluno e escola colombenses são campeões na Olimpíada Brasileira de Robótica

Aluno e escola colombenses são campeões na Olimpíada Brasileira de Robótica

No último mês de agosto, Colombo foi representada de forma brilhante na disputa da modalidade teórica da Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR) 2021. O aluno colombense Rafael Alano Pedrete, de apenas nove anos, foi um dos medalhistas de ouro da competição. O pequeno é aluno da Escola de Robótica Dumont, instituição comandada pelo também colombense

No último mês de agosto, Colombo foi representada de forma brilhante na disputa da modalidade teórica da Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR) 2021. O aluno colombense Rafael Alano Pedrete, de apenas nove anos, foi um dos medalhistas de ouro da competição. O pequeno é aluno da Escola de Robótica Dumont, instituição comandada pelo também colombense Ismael Dias, que somou doze medalhas no total.

A conquista de Rafael foi diante de outros alunos do 4º e do 5º ano do ensino fundamental. Foram mais de 23 mil participantes de todo o país nesta categoria. No total, são aproximadamente 117 mil participantes nas seis categorias existentes, que envolvem alunos do ensino fundamental ao ensino médio. “Foi bem legal, foi bem satisfatório. O Rafael também participou de um campeonato de sumô de robôs, recentemente, e nossos alunos apavoraram”, comemorou Ismael.

Quem também não escondeu a felicidade foram os pais de Rafael. “Nós, como pais, ficamos muito orgulhosos pela conquista de nosso filho Rafael, pois é o resultado do empenho dele e também da Escola Dumont, em especial do professor Ismael, que nos mostra que educar com paixão faz toda a diferença, motivando nossos pequenos”, disse a mãe de Rafael, Luciana Alano. “Acreditamos que para a educação de nossos filhos é necessário motivação e estímulo. O Rafael adora as aulas de robótica, de programar e da construção de robôs”, completou.

A escola

Os resultados obtidos pela Dumont nesta OBR são a continuidade do sonho de Ismael, que se formou em Engenharia Eletrônica pela UTFPR, e tão logo se formou, colocou a mão na massa para tentar transformar a sociedade. “A escola começou em um projeto social em 2016, no ano em que saí da faculdade. Eu saí da faculdade pensando: ‘agora eu vou mudar o mundo’. Saí muito entusiasmado e, por sorte, encontrei pessoas muito boas no caminho que estavam criando um projeto social em Guaraqueçaba, para ensinar eletrônica e programação para crianças”, conta Ismael. Nesta ação, cerca de 200 crianças participaram das aulas. O município do Litoral paranaense é um dos de pior IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) do Estado. 

A iniciativa funcionava a partir de parcerias, além de contar com voluntários de onze países. O projeto teve vários avanços com o passar do tempo, chegando a ter alunos conquistando prêmios internacionais. “Mas eu percebi que o projeto social em si, não era sustentável. No momento em que a empresa que investia decidisse parar de investir, o projeto iria morrer”, conta o professor, que começou a planejar seu voo solo com a Dumont.

Foto: Yuri Casari

A partir de 2017, a escola de robótica nasceu formalmente, trabalhando junto a escolas parceiras. Em 2019, uma das parcerias foi com o Colégio Ágape, que é a escola em que o Rafael Alano estuda. Ainda assim, Ismael manteve a questão social como prioridade, sempre tendo algum aluno bolsista nas turmas. Mais recentemente, a Dumont passou a ter uma sede física, localizada no bairro Roça Grande. O trabalho, porém, não tem fronteiras. Ismael fornece aulas online para alunos de 44 países, incluindo nações como o Japão, Paquistão e Índia. “Este é meu projeto de vida, é o que escolhi fazer até morrer”, frisa de maneira categórica.

Do básico ao avançado

O trabalho de Ismael com as crianças busca passar os ensinamentos da robótica de forma completa, da teoria à prática, passando pela eletrônica básica até a programação. Durante as aulas, são criadas peças em impressoras 3D, jogos eletrônicos, além, claro, de pequenos robôs, que “lutam” em uma mini-arena circular. “Nós ensinamos, basicamente, robótica avançada. Muitos conteúdos que eles vêem aqui são conteúdos do ensino médio ou da graduação até. Para você ter uma ideia, eles calcularam a velocidade do som no ar na última aula. Eles estão no quarto ano do fundamental”, destacou. 

A Dumont fica localizada na Rua Adélio Corrêa, 109, próximo ao Terminal de Ônibus do Roça Grande. É possível entrar em contato através do telefone/WhatsApp 41 9935-0898.

Posts