Acompanhamento contínuo e preparo da equipe: os trunfos do retorno presencial das aulas em Colombo - Jornal de Colombo

Acompanhamento contínuo e preparo da equipe: os trunfos do retorno presencial das aulas em Colombo

Acompanhamento contínuo e preparo da equipe: os trunfos do retorno presencial das aulas em Colombo

Na última segunda-feira, 9, o terceiro grupo de alunos da rede municipal de ensino retornou às atividades presenciais. Nas duas semanas anteriores, quase dois mil alunos dos quintos anos do Ensino Fundamental e das turmas do Infantil 5, da Educação Infantil, voltaram a dar vida às unidades escolares de Colombo. Nesta semana, foi a vez

Na última segunda-feira, 9, o terceiro grupo de alunos da rede municipal de ensino retornou às atividades presenciais. Nas duas semanas anteriores, quase dois mil alunos dos quintos anos do Ensino Fundamental e das turmas do Infantil 5, da Educação Infantil, voltaram a dar vida às unidades escolares de Colombo. Nesta semana, foi a vez dos quartos ano e da turma do Infantil 4. 

O avanço na imunização e a consequente redução no número de casos da Covid-19, e de internações e mortes causadas pela doença, permitiram este retorno gradual. Também nesta semana, está se iniciando a aplicação das segundas doses nos professores e profissionais da Educação, o que deve garantir ainda mais segurança para as atividades presenciais. 

A Secretaria Municipal de Educação avalia que a retomada das aulas, em formato híbrido, teve êxito nestas primeiras três semanas, principalmente pelas ações de capacitação das equipes envolvidas, que envolveu os gestores das unidades de ensino com o apoio da Saúde do Município. “Nós tivemos uma organização bem grande antes, com as diretoras das escolas e CMEIs. Juntamente da Vigilância Sanitária e da equipe Epidemiológica, nós reavaliamos o protocolo que existia, junto com uma comissão, e atualizamos eles de acordo com as orientações da Secretaria de Estado da Saúde (SESA) e as unidades também fizeram seus próprios protocolos de biossegurança. E já há novas orientações. A cada momento estamos atualizando os protocolos e trabalhando em parceria com a nossa Secretaria de Saúde, que capacitou nossos diretores, e também a nós, da Educação”, afirmou a diretora executiva da Secretaria Municipal de Educação, Luciane Dala Valle. 

Apesar do cenário positivo, os riscos em torno da volta presencial não podem ser ignorados. E quanto a isso, de acordo com Luciane, está havendo um acompanhamento da rotina escolar, da execução correta dos protocolos e também, com o apoio da Saúde, a análise de possíveis surtos da Covid-19. “A alegria das crianças e dos profissionais foi bastante grande, justamente por essa segurança oferecida. Estamos monitorando continuamente, sempre com cuidado e responsabilidade para esse retorno seguro e gradativo”, destacou. 

Até o momento, não há casos de infecção nas unidades que já tiveram o retorno presencial dos alunos. Na última semana, uma unidade de ensino que ainda não havia recebido grupo de alunos, mas que já recebia as atividades das equipes de ensino, registrou cinco casos confirmados. Segundo a diretora da pasta, considera-se como surto de Covid-19 em caso de três pessoas ou mais, que trabalham no mesmo ambiente, testarem positivo em um curto período de tempo. Caso isso aconteça, a unidade de ensino é fechada.

Até em situações menos graves, o fechamento temporário é avaliado. De acordo com Luciane, um CMEI do município, que também não havia retomado as aulas presenciais, mas que registrou um caso positivo de Covid entre os profissionais, foi temporariamente fechado para a entrega de materiais. 

Vale lembrar que os grupos que retornaram às salas de aula seguem um escalonamento, e são divididos em duas turmas, participando de aulas presenciais em uma semana, e na outra semana realizam as atividades de forma remota. Também é importante ressaltar que os alunos cujo os pais não permitiram o retorno, seguem recebendo as atividades escolares de maneira remota.

Posts