Vendas do Dia das Mães devem encolher quase 60% - Jornal de Colombo

Vendas do Dia das Mães devem encolher quase 60%

Vendas do Dia das Mães devem encolher quase 60%

Considerada a segunda data mais importante para o comércio brasileiro, atrás apenas do Natal, o Dia das Mães deve ser profundamente afetado economicamente pela pandemia da covid-19. Segundo a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), as vendas na data comemorativa deve ter uma queda de 59,2% no faturamento em relação ao

Considerada a segunda data mais importante para o comércio brasileiro, atrás apenas do Natal, o Dia das Mães deve ser profundamente afetado economicamente pela pandemia da covid-19. Segundo a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), as vendas na data comemorativa deve ter uma queda de 59,2% no faturamento em relação ao ano passado, ficando acima, inclusive, das perdas estimadas para a Páscoa, que girou em torno dos 31,6% de queda. “O Dia das Mães deste ano ocorrerá em meio ao fechamento de segmentos importantes para a venda de produtos voltados para a data, como vestuário, lojas de eletrodomésticos, móveis e eletroeletrônicos.

Já a Páscoa tem como característica a venda de produtos típicos em segmentos considerados essenciais, como supermercados, que permaneceram abertos desde o início do surto de covid-19”, disse em nota o presidente da CNC, José Roberto Tadros. Para a entidade, os setores de vestuário e calçados serão os mais afetados, com queda de até 74,6%, seguido pelas lojas especializadas na venda de móveis e eletrodomésticos (66,8%), e pelo segmento de artigos de informática e comunicação (62,5%).

Posts