Paraná registra 135 mortes de macacos por febre amarela - Jornal de Colombo

Paraná registra 135 mortes de macacos por febre amarela

Paraná registra 135 mortes de macacos por febre amarela

Nesta quarta-feira, 18, a Secretaria de Estado da Saúde divulgou mais um boletim epidemiológico sobre a febre amarela, confirmando 18 novos casos de mortes de macacos no Paraná com a doença. Com isso, há um total de 135 casos em animais contaminados. De acordo com o Estado, permanecem em investigação 199 notificações, sendo que 65

Nesta quarta-feira, 18, a Secretaria de Estado da Saúde divulgou mais um boletim epidemiológico sobre a febre amarela, confirmando 18 novos casos de mortes de macacos no Paraná com a doença. Com isso, há um total de 135 casos em animais contaminados. De acordo com o Estado, permanecem em investigação 199 notificações, sendo que 65 já foram descartadas e 328 foram consideradas  indeterminadas. 

“Esse aumento no número de primatas mortos confirma que o vírus da febre amarela está circulando no Paraná. Alertamos a população sobre a importância da vacina, pois essa é a forma mais eficiente e segura para prevenir a doença”, disse o secretário da Saúde, Beto Preto.

Os novos casos foram registrados nos municípios de Boa Ventura de São Roque (2), Campo Largo (1), Antonio Olinto (3), Turvo (5), Guarapuava (1) e Mallet (6). Boa Ventura de São Roque e Campo Largo ainda não tinham casos confirmados de mortes de macacos.

Neste período epidemiológico, que teve início em julho/2019, o Paraná não registra casos confirmados de febre amarela em humanos. Em 100 casos notificados, 84 já foram descartados e 16 seguem em investigação. 

Posts