Paraná é o maior do Sul na geração de empregos no País - Jornal de Colombo

Paraná é o maior do Sul na geração de empregos no País

Paraná é o maior do Sul na geração de empregos no País
(Foto: José Fernando Ogura/AEN)

Esta semana, as 216 Agências do Trabalhador do Estado oferecem 11.545 oportunidades de emprego. Esse é um recorde de vagas disponíveis com carteira assinada.

De acordo com um levantamento do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado no dia 31 de janeiro, o Paraná gerou 172.636 novos empregos formais, quarto melhor resultado do Brasil e primeiro da Região Sul no ano de retomada da economia. Esse número representa 6,3% do total de vagas criadas no País, cerca de 2,7 milhões no ano passado.

Segundo os dados da pesquisa, o Paraná esteve à frente de Santa Catarina (167.854) e Rio Grande do Sul (140.281), ficando atrás apenas de São Paulo (814.035), Minas Gerais (305.182) e Rio de Janeiro (178.098). As 172 mil vagas geradas no Estado representam mais do que a soma dos sete estados do Norte do Brasil (154 mil).

Agências do Trabalhador oferecem recorde de 11 mil vagas de emprego no Paraná

“Apesar do combate duro com a pandemia, nunca deixamos o Paraná estagnado. Com a confiança da iniciativa privada, investimentos públicos, programas sociais e de desburocratização, além da oferta de crédito, a economia respondeu no momento em que mais precisava. Essa retomada nos empregos ajuda a impulsionar todos os setores (comércio, serviços e indústria). Agora, com esse novo cenário, queremos crescer ainda mais em 2022”, disse o governador Carlos Massa Ratinho Junior.

Este é o melhor resultado desde 2014. Segundo a Secretaria de Estado da Justiça Família e Trabalho (Sejuf), com base no Caged, o Paraná esteve acima da marca de cem mil postos abertos com carteira assinada somente seis vezes. O número de empregos gerados no ano passado é quase 492% superior ao total de oportunidades em 2020, mesmo com a pandemia.

Com sanção do governador, Paraná passa a ter o maior piso salarial do Brasil

Pelo quinto ano consecutivo os saldos de empregabilidade foram positivos. Em 2017 foram abertas 7.740 vagas no Paraná, número que saltou para 38.131 em 2018 e passou para 48.306 em 2019, o que mostra um índice de desenvolvimento promissor no Estado e consecutivamente na economia.

“Ao longo do ano passado buscamos novos investimentos. Em três anos, são quase R$ 100 bilhões em novas plantas fabris e empreendimentos de turismo e comércio no Estado. Boa parte ainda não reflete em empregos diretos porque as obras estão em andamento, como o maior frigorífico suíno da América Latina, em Assis Chateaubriand. Ou seja, a expectativa é a melhor possível para os próximos anos”, acrescentou o governador.

Em três anos, Paraná avança com o desenvolvimento promissor de seus municípios

A geração de empregos é consistente em todas as cidades paranaenses. Na ponta da intermediação para o mercado de trabalho, a referência é a rede de Agências do Trabalhador, que semanalmente auxilia a população em busca de emprego. O balanço consolidado de 2021 mostra que 367 municípios terminaram o ano com saldo positivo na abertura de novas vagas, um crescimento expressivo na busca pelo desenvolvimento socioeconômico.

Confira o relatório completo do Caged (AQUI) – Tabela 8.1.

Posts