Paraná deseja atingir 90% da população vacinada contra a Influenza até junho - Jornal de Colombo

Paraná deseja atingir 90% da população vacinada contra a Influenza até junho

Paraná deseja atingir 90% da população vacinada contra a Influenza até junho

O Ministério da Saúde divulgou nesta semana dados sobre a vacinação contra a gripe no estado do Paraná, segundo o relatório cerca de 1.067.412 paranaenses já receberam o imunizante contra a Influenza desde o início da campanha de vacinação, em 4 de abril. Segundo o Governo do Paraná, o Ministério da Saúde já enviou para o

Foto: Américo Antonio/SESA

Foto: Américo Antonio/SESA

O Ministério da Saúde divulgou nesta semana dados sobre a vacinação contra a gripe no estado do Paraná, segundo o relatório cerca de 1.067.412 paranaenses já receberam o imunizante contra a Influenza desde o início da campanha de vacinação, em 4 de abril. Segundo o Governo do Paraná, o Ministério da Saúde já enviou para o estado mais de 3 milhões de vacinas, e a Secretaria de Estado da Saúde já distribuiu para todos os municípios. Com a estimativa de vacinar cerca de 4,3 milhões de pessoas, o Paraná deseja atingir a meta de pelo menos 90% do público alvo até o dia 3 de junho.

De acordo com o secretario de Estado da Saúde, Cesar Neves, o Paraná tem registrado um número importantes de aplicações de doses de vacina até o momento, só que é preciso avançar mais. “A Secretaria de Estado da Saúde tem dialogado com os municípios e reforçado a importância de expandir o número de vacinados, sobretudo daquelas pessoas que compõem os grupos prioritários”, afirmou o secretário.

Ao atualizar a vacinação contra a Influenza, a população se protege da doença e seus subtipos (H1N1 e H3N2), e também protege da Influenza B. O Paraná declarou epidemia de H3N2, em Janeiro de 2022, logo após a secretaria constatar um aumento expressivo no número de casos diagnosticados e mortes em decorrência do vírus. De acordo com o boletim divulgado pela Sesa, o estado já registrou mais 2mil casos e 118 óbitos entre dezembro de 2021 e março de 2022.

“Nossa principal aliada para combater o vírus da gripe é a vacina. Embora os números estejam mais amenos do que no começo do ano, quando havia um contexto de epidemia, a vacina segue tendo a mesma importância. Por isso, é fundamental que as pessoas que se encaixam nos grupos que estão sendo vacinados pelo Estado compareçam a um local de vacinação”, acrescentou o secretário.

Kainan
EDITOR
PROFILE

Posts