Farmácias estaduais mantêm serviço durante a pandemia - Jornal de Colombo

Farmácias estaduais mantêm serviço durante a pandemia

Farmácias estaduais mantêm serviço durante a pandemia

Durante a pandemia do novo coronavírus, as 23 farmácias estaduais do Estado do Paraná mantiveram a distribuição de medicamentos. A Secretaria de Estado da Saúde promoveu ajustes na entrega de insumos e reduziu a necessidade de circulação de pessoas nas sedes das farmácias das 22 Regionais de Saúde. O trabalho foi desenvolvido pelo setor de

Durante a pandemia do novo coronavírus, as 23 farmácias estaduais do Estado do Paraná mantiveram a distribuição de medicamentos. A Secretaria de Estado da Saúde promoveu ajustes na entrega de insumos e reduziu a necessidade de circulação de pessoas nas sedes das farmácias das 22 Regionais de Saúde. O trabalho foi desenvolvido pelo setor de assistência farmacêutica e pelo Centro de Medicamentos do Paraná (Cemepar). “Quando começamos a diagnosticar pessoas infectadas com o novo coronavírus, prontamente colocamos todas as áreas para pensar o que seria possível modificar para evitar aglomeração de pessoas. A farmácia é um dos serviços que atende mais de 257 mil pessoas no Paraná inteiro, por isso foi de extrema importância a rapidez nas adequações e ajustes realizados”, afirmou o secretário da Saúde, Beto Preto.

As farmácias estaduais atendem aos usuários cadastrados para o recebimento de 280 itens (medicamentos e insumos) do componente especializado da assistência farmacêutica e do elenco complementar. Desde o início de março, após a publicação do Decreto 4230/2020, o atendimento aos usuários tem sido somente no horário agendado. Além disso, é permitida a entrada de somente uma pessoa (usuário ou seu representante), que deve obrigatoriamente estar com máscara.

Os locais foram reorganizados em relação aos fluxos de trabalho e adequação dos ambientes físicos. Nas áreas de espera houve redução de cadeiras possibilitando um maior espaçamento entre elas para que o distanciamento seja respeitado, além da disponibilização de álcool em gel.

Uma das estratégias utilizadas durante  período foi a dispensação dos medicamentos do componente especializado. As farmácias foram orientadas, já a partir de 16 de março, a realizar a entrega antecipada para dois ou três meses de tratamento, a depender dos estoques e da orientação do Cemepar. No primeiro trimestre de 2020 foram 194.465 dispensações, sendo que no segundo trimestre esse número cai para 134.195. Esta medida trouxe uma redução de 60.270 pessoas circulando nas farmácias, o que contribuiu em muito para diminuir a aglomeração nesses ambientes. “A estratégia foi tão bem-sucedida que será adotada daqui para frente como regra, independente da pandemia. As farmácias com maior número de pacientes já realizavam a dispensação para dois meses, porém agora essa regra está sendo adotada por todas as 22 Regionais de Saúde”, explica a coordenadora de Assistência Farmacêutica, Deise Pontarolli.

O serviço de entrega de medicamentos em casa, denominado “Remédio em Casa” também foi ampliado para os residentes em Curitiba, passando de pouco mais de 3.600 para 5.400 usuários cadastrados na farmácia da 2ª Regional de Saúde, o que significa 18% do total de pacientes cadastrados nessa farmácia.

O serviço também foi ampliado para a 10ª RS de Cascavel, inicialmente em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde, o que permitiu a entrega em domicílio para cerca de 820 pacientes, que em breve receberão os medicamentos assegurados pelo Estado. Esse serviço será em breve ampliado para outras duas grandes farmácias.

Posts