Fabio Camargo é eleito presidente do TCE-PR no biênio 2021-2022 - Jornal de Colombo

Fabio Camargo é eleito presidente do TCE-PR no biênio 2021-2022

Fabio Camargo é eleito presidente do TCE-PR no biênio 2021-2022

Na última quarta-feira, 9, em uma sessão virtual, o conselheiro Fabio Camargoi foi eleito presidente do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) para o biênio 2021-2022. Na eleição, feita através de um aplicativo, também foram eleitos o conselheiro Ivan Lelis Bonilha como vice-presidente e o conselheiro Fernando Augusto Mello Guimarães, como corregedor geral. A

Na última quarta-feira, 9, em uma sessão virtual, o conselheiro Fabio Camargoi foi eleito presidente do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) para o biênio 2021-2022. Na eleição, feita através de um aplicativo, também foram eleitos o conselheiro Ivan Lelis Bonilha como vice-presidente e o conselheiro Fernando Augusto Mello Guimarães, como corregedor geral. A posse está prevista para acontecer em fevereiro, na primeira sessão de 2021 do Tribunal Pleno.

Fabio Camargo, de 47 anos, substitui Nestor Baptista na presidência da corte. O conselheiro é bacharel em Direito pela Universidade Tuiuti do Paraná e foi eleito pela Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP) para o cargo de conselheiro do TCE-PR em 2013, tendo ocupado o cargo de corregedor geral entre 2017 e 2018 e o cargo de vice-presidente na atual gestão (2019-2020). Filho do desembargador do Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR), Clayton Camargo, Fabio também já foi vereador de Curitiba entre 2001 e 2006 e deputado estadual entre 2007 e 2013. 

Após à eleição, também foi homologada a composição das duas câmaras de julgamento do TCE-PR no próximo biênio. Presidida pelo vice-presidente eleito, conselheiro Ivan Bonilha, a Primeira Câmara será integrada também pelos conselheiros Artagão de Mattos Leão e Durval Amaral e pelos auditores Sérgio Valadares Fonseca e Thiago Cordeiro. A Segunda Câmara será presidida pelo conselheiro Nestor Baptista, decano entre os membros da Corte, e composta pelos conselheiros Fernando Guimarães e Ivens Linhares, e os auditores Cláudio Kania e Tiago Pedroso.

1 comment

Posts