Estado e Capital estreitam relações com Embaixada dos EUA - Jornal de Colombo

Estado e Capital estreitam relações com Embaixada dos EUA

Estado e Capital estreitam relações com Embaixada dos EUA

No final desta última semana, o Governo do Estado e a Prefeitura de Curitiba estreitaram laços com a Embaixada dos Estados Unidos da América no Brasil. Primeiramente, o Paraná e a Embaixada formalizaram na última quinta-feira, 17, em cerimônia no Palácio Iguaçu, um protocolo de intenções que dá início a uma relação de cooperação mútua

No final desta última semana, o Governo do Estado e a Prefeitura de Curitiba estreitaram laços com a Embaixada dos Estados Unidos da América no Brasil.

Primeiramente, o Paraná e a Embaixada formalizaram na última quinta-feira, 17, em cerimônia no Palácio Iguaçu, um protocolo de intenções que dá início a uma relação de cooperação mútua em diferentes áreas como educação, saúde, ciência, meio ambiente, tecnologia, segurança pública, migração, comércio, agricultura e turismo. O documento foi assinado pelo governador Ratinho Junior e pelo embaixador norte-americano no País, Todd Chapman. “A intenção ao firmar esse acordo é fortalecer a relação do Paraná com os Estados Unidos. Somos estado-irmão da Califórnia desde 1999 e avistamos uma série de possibilidades em áreas essenciais para o desenvolvimento do Paraná, como infraestrutura, educação, segurança e turismo”, afirmou Ratinho Junior.

O embaixador Todd Chapman destacou a força econômica paranaense durante o encontro. “O Paraná é muito conhecido nos Estados Unidos, e me impressiona particularmente como consegue se dividir e ser forte no agronegócio e também na indústria”, disse.

Participaram também do ato o vice-governador Darci Piana; os secretários Guto Silva (Casa Civil), Márcio Nunes (Desenvolvimento Sustentável e Turismo), Romulo Marinho (Segurança Pública), Beto Preto (Saúde) e Renato Feder (educação); o diretor-presidente da Invest Paraná, Eduardo Bekin; o chefe da Casa Militar do Paraná, tenente-coronel Welby Pereira Sales; e o vice-cônsul de assuntos econômicos dos Estados Unidos, Gregory David.

Na mesma reunião, o governador Ratinho Junior oficializou o pedido para que o Paraná passe a ser um centro de emissão de vistos para entrada no país norte-americano. A intenção é facilitar a vida dos paranaenses, que não precisariam mais viajar para outros estados para obter o documento, e também aproveitar o crescimento do turismo no Paraná. Atualmente, São Paulo, Brasília, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Recife e Porto Alegre contam com Centros de Atendimento ao Solicitante de Visto (CASVs) ou com Centros de Entrega de Documentos (CEDs). “Temos interesse em também conceder essa permissão, melhorando as condições para o cidadão que mora no Paraná. Tanto aqueles que querem ou precisam viajar para os Estados Unidos quanto aqueles que precisam vir para cá”, afirmou o governador.

Segurança

A Embaixada também doou ao Paraná quatro toneladas de equipamentos para unidades da Polícia Militar que atuam na tríplice fronteira. São itens para uso em operações de prevenção e combate à criminalidade e, também, voltados para treinamento, capacitação e tecnologia. A entrega dos materiais terá início em julho e se concretizará em setembro deste ano. “A chegada deste material vai complementar a capacitação, a tecnologia, o armamento e os equipamentos já utilizados em todos os projetos que a Secretaria da Segurança Pública já desenvolve na região de fronteira”, comentou o secretário estadual da Segurança Pública, Romulo Marinho Soares, que se reuniu com embaixador Todd Chapman, em Foz do Iguaçu, na semana passada.

Entre os materiais doados constam equipamentos de treinamento e cursos desenvolvidos a partir dessa parceria, incluindo bonecos para primeiros socorros, simulador de ferimentos para Atendimento Pré-Hospitalar (APH) de combate, simulacros de carabinas e pistolas, software de simulação de tiro, munição de treinamento, óculos de proteção e abafadores eletrônicos, entre outros.

Também foram doados itens para uso em operações, como placas balísticas, coletes modulares, binóculos, visores termais, rádios comunicadores, espelhos para inspeção veicular, kits para Atendimento Pré-Hospitalar (APH), algemas, mochilas, lanternas e outros materiais que contribuirão para o trabalho dos policiais militares.

Encontro com Greca

O embaixador Todd Chapman também se reuniu com o prefeito de Curitiba, Rafael Greca. Na ocasião, foi anunciada a liberação de R$ 46 milhões para a implantação da Pirâmide Solar da Caximba e dos painéis solares da Rodoferroviária e em três terminais de ônibus da cidade.

Foto: Daniel Castellano/SMCS

O processo licitatório para instalação dos novos empreendimentos de energia limpa deve iniciar ainda neste mês de junho. De acordo com o prefeito, todo o sistema – incluindo a pirâmide, os painéis da Rodoferroviária e dos terminais do Boqueirão, do Pinheirinho e do Santa Cândida – deve suprir mais de 40% do consumo de energia dos imóveis próprios municipais, com capacidade instalada de 8,0MWp.

Os empreendimentos vão gerar uma economia anual de R$ 5,3 milhões ao município, além da redução da emissão de mais de 5 mil toneladas de CO2 ao ano, o equivalente à substituição de 100 ônibus a diesel por modelos elétricos.

A ação faz parte do programa de energia limpa e renovável da capital paranaense, o Curitiba Mais Energia, que teve projeto selecionado pela rede de cidades C40 entre os de outras 120 cidades do mundo. Foi contemplado com recursos de US$ 1 milhão do CFF, que tem participação da Agência de Cooperação Americana, para estruturação. Greca lembrou que Curitiba, como parte da rede C40, está em busca da neutralidade em carbono até 2050. “Além da energia limpa, já plantamos 200 mil árvores em quatro anos e, nesta gestão, queremos plantar 400 mil”, anunciou, ao lado da primeira-dama, Margarita Sansone, e do vice-prefeito, Eduardo Pimentel, ao assinar a liberação dos recursos.

Durante a reunião também foram apresentados projetos de Meio Ambiente e Urbanismo para Curitiba.

Posts