Conheça os vencedores do 33º Prêmio Paranaense de Ciência e Tecnologia - Jornal de Colombo

Conheça os vencedores do 33º Prêmio Paranaense de Ciência e Tecnologia

Conheça os vencedores do 33º Prêmio Paranaense de Ciência e Tecnologia

O resultado do 33º Prêmio Paranaense de Ciência e Tecnologia foi divulgado na última quarta-feira, 16, em uma cerimônia online. Os nove vencedores receberam R$ 215 mil em premiações pelo desenvolvimento de pesquisas e soluções inovadoras. A iniciativa é coordenada pela Superintendência Geral de Ciência e Tecnologia e Ensino Superior do Governo do Estado e

O resultado do 33º Prêmio Paranaense de Ciência e Tecnologia foi divulgado na última quarta-feira, 16, em uma cerimônia online. Os nove vencedores receberam R$ 215 mil em premiações pelo desenvolvimento de pesquisas e soluções inovadoras.

A iniciativa é coordenada pela Superintendência Geral de Ciência e Tecnologia e Ensino Superior do Governo do Estado e tem o objetivo de reconhecer o trabalho desenvolvido por pesquisadores, estudantes, inventores e jornalistas do Paraná. “O prêmio é o momento mais importante de valorização da ciência e extensão no Estado. Estimulamos essas iniciativas para que o Paraná continue sendo referência nacional em ações que transformam a vida dos cidadãos”, afirmou o superintendente da pasta, Aldo Bona.

Vencedores

Na categoria pesquisador venceram os professores Affonso Celso Gonçalves Junior da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), na área das Ciências Agrárias, com uma pesquisa sobre remediação de solos e águas contaminadas com metais e pesticidas; e Claudio Luiz Denipoti, da Universidade Estadual de Londrina (UEL), na área das Ciências Humanas e Sociais, que conquistou o prêmio com uma pesquisa sobre a norma da língua portuguesa.

Na categoria pesquisador-extensionista conquistaram a premiação os professores Ferenc Istvan Bankuti, da Universidade Estadual de Maringá (UEM), na área das Ciências Agrárias, com a criação de um indicador que classifica o desenvolvimento da atividade leiteira por região; e Reidy Rolim de Moura, da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), na área das Ciências Humanas e Sociais, com um projeto de alfabetização em uma associação de recicladores em Ponta Grossa.

Na categoria de Inventor Independente venceu o projeto de protótipo de Internet das Coisas para estimular a sociabilidade, criado pelo pesquisador Hygor Vinícius Pereira. A iniciativa conecta idosos sem acesso a redes sociais, incentivando a socialização.

Também foram premiados os estudantes de graduação da Unioeste, Ivã Luis Caon e Dener Gabriel Ferrari da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR). O primeiro é estudante de Engenharia Agrícola e venceu o prêmio na categoria das Ciências Agrárias com uma pesquisa referente à utilização de sensoriamento remoto terrestre, focada em identificar parâmetros biofísicos da soja e do feijão. O método permite obter índices de vegetação para os dois produtos. O segundo é formado em Letras pela UTFPR, e conquistou a premiação na categoria das Ciências Humanas e Sociais com o projeto que analisa discursos pedagógicos de professores de universidades do Paraná. O estudo identifica diferentes métodos de ensino em cursos de licenciatura e bacharelado e como isso afeta a formação dos estudantes.

Por fim, na categoria jornalismo, Vinícius Martins Carrasco da TV Paraná Turismo e Anderson Flavio Gonçalves do jornal Gazeta do Povo foram premiados.

Posts