BRDE terá R$ 300 milhões para fomentar desenvolvimento do Paraná – Jornal de Colombo

BRDE terá R$ 300 milhões para fomentar desenvolvimento do Paraná

BRDE terá R$ 300 milhões para fomentar desenvolvimento do Paraná

O governador Ratinho Junior e o diretor de Operações da agência Paranaense do BRDE, Wilson Bley Lipski, lançaram na terça-feira, 17, o Promove Sul, um fundo rotativo permanente de R$ 300 milhões para o apoio de projetos prioritários para o desenvolvimento do Estado, nas áreas de energias renováveis, inovação, turismo, expansões consideradas grandes geradoras de emprego,

O governador Ratinho Junior e o diretor de Operações da agência Paranaense do BRDE, Wilson Bley Lipski, lançaram na terça-feira, 17, o Promove Sul, um fundo rotativo permanente de R$ 300 milhões para o apoio de projetos prioritários para o desenvolvimento do Estado, nas áreas de energias renováveis, inovação, turismo, expansões consideradas grandes geradoras de emprego, bovinocultura, agricultura familiar e agroindústrias, micro e pequenas cooperativas, micro, pequenas e médias empresas, armazenagens, Parcerias Público-Privadas (PPPs) e concessões

 “Neste momento em que enfrentaremos uma crise, com pelos menos quatro meses de muita tensão na economia, as instituições financeiras serão mais importantes do que nunca para fazer com que o impacto seja o menor possível”, disse Ratinho. “O nosso foco para o BRDE é justamente criar linhas de crédito facilitadas, com juros baixos, para fazer com que o dinheiro chegue para quem produz e gera emprego. Será o momento de pisar no acelerador para apoiar a economia”, completou.

O Promove Sul é composto por recursos próprios do BRDE. De acordo com o Bley, o banco reavaliou toda a política de concessão de crédito e separou R$ 900 milhões do fluxo financeiro – R$ 300 milhões para cada estado do Sul – para constituir o fundo, que vai apoiar estratégias próprias para o desenvolvimento dos estados. No Paraná, o fundo vai apoiar, além de outras áreas, o Banco do Agricultor Paranaense. “No Paraná, haverá um direcionamento para as áreas de inovação, turismo e agricultura. Tão logo tenhamos a lei com o equacionamento dos juros, utilizaremos esse fundo para apoiar a agricultura do Estado”, explicou Bley. “Desta forma, conseguimos apoiar de forma mais contundente o desenvolvimento econômico dos estados”, disse.

Na mesma solenidade, o BRDE também renovou o convênio com a Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento para o programa Trator Solidário, que possibilita o financiamento com preços mais acessíveis de tratores, pulverizadores e colhedoras para agricultores familiares paranaenses. Criado em 2007, o Trator Solidário já financiou cerca de 13 mil maquinários agrícolas para pequenos produtores paranaenses. O programa é fruto de uma parceria entre a Secretaria da Agricultura e do Abastecimento, Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná – Iapar-Emater, Fomento Paraná, agentes financeiros e cooperativas de crédito, além de fabricantes de implementos, equipamentos, tratores e máquinas agrícolas.

Posts