Audi anuncia retomada da produção na fábrica paranaense – Jornal de Colombo

Audi anuncia retomada da produção na fábrica paranaense

Audi anuncia retomada da produção na fábrica paranaense

A Audi, montadora alemã, anunciou a retomada da linha de montagem em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, com a produção dos modelos Audi Q3 e Audi Q3 Sportback a partir de 2022. O governador Ratinho Junior acompanhou o anúncio, feito na terça-feira, 14, em São Paulo, pelo CEO e presidente da

A Audi, montadora alemã, anunciou a retomada da linha de montagem em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, com a produção dos modelos Audi Q3 e Audi Q3 Sportback a partir de 2022. O governador Ratinho Junior acompanhou o anúncio, feito na terça-feira, 14, em São Paulo, pelo CEO e presidente da Audi do Brasil, Johannes Roscheck. Na ocasião, foi apresentado o modelo pré-série do Q3 Sportback, já montado no Paraná. “A Audi tem uma presença importante em um nicho de mercado, o que ajuda a consolidar o Paraná como um dos importantes polos automotivos do Brasil e do mundo, com a presença de grandes indústrias do setor”, afirmou Ratinho Junior. “Estamos trabalhando há bastante tempo para a retomada da produção da montadora, dentro de uma estratégia de atração de investimentos para ampliar nosso parque industrial e gerar mais empregos no Estado”, disse, destacando os cerca de 176 mil empregos gerados desde janeiro até outubro deste ano.

Além da retomada da Audi, nesta semana também foi anunciada a ampliação dos investimentos da DAF, que fará da fábrica em Ponta Grossa, nos Campos Gerais, uma unidade de exportação de caminhões, atendendo não apenas o mercado interno, mas também o internacional. “O aumento da produção automotiva reflete não apenas nos empregos diretos dessas montadoras, mas também em outras indústrias da cadeia”, completou Ratinho.

Novos veículos

Única fábrica da multinacional alemã na América do Sul, a Audi tinha paralisado a produção em São José dos Pinhais em dezembro de 2020, para adequar a linha de montagem para os novos veículos. A produção deve iniciar em meados do ano que vem. “Mesmo em um momento desafiador, a empresa sempre trabalhou para viabilizar a fabricação nacional por acreditar no potencial do País e na credibilidade que a marca ganha na visão dos nossos clientes”, disse Roscheck. A montadora está negociando com o governo federal a liberação de créditos de IPI do programa Inovar-Auto, com a possibilidade de usar os recursos para aumentar o volume de produção. “Estamos em um processo positivo de negociação com o governo federal. O maior desafio é com relação ao instrumento legal para essa negociação, mas o governador Ratinho Junior tem nos auxiliado no diálogo junto ao Ministério da Economia. A perspectiva é que essa questão seja resolvida nos próximos meses”, explicou Antônio Calcagnoto, diretor de Relações Institucionais e Sustentabilidade da Audi do Brasil.

A Audi iniciou sua operação no Brasil em 1999, com a inauguração da unidade de São José dos Pinhais, onde foram produzidos os Audi A3 de primeira geração nacionais. A produção do modelo seguiu até 2006, quando a Audi decidiu interromper a fabricação local.

A montadora resolveu, então, retomar a linha de montagem no País em 2012, quando o governo brasileiro instituiu o Inovar-Auto, programa de Incentivo à Inovação Tecnológica e Adensamento da Cadeia Produtiva de Veículos Automotores. Para isso, a empresa investiu cerca de 150 milhões de euros na unidade paranaense, valor próximo de R$ 500 milhões na época.

Posts