Agepar tem novo diretor-presidente - Jornal de Colombo

Agepar tem novo diretor-presidente

Agepar tem novo diretor-presidente

A Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados do Paraná (Agepar) tem novo presidente desde esta terça-feira, 27. O economista e político Reinhold Stephanes assumiu o cargo de diretor-presidente da Agência após ser nomeado pelo governador Ratinho Junior para um mandato de quatro anos. A nomeação foi aprovada pela Assembleia Legislativa do Paraná. Stephanes possui especialização

A Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados do Paraná (Agepar) tem novo presidente desde esta terça-feira, 27. O economista e político Reinhold Stephanes assumiu o cargo de diretor-presidente da Agência após ser nomeado pelo governador Ratinho Junior para um mandato de quatro anos. A nomeação foi aprovada pela Assembleia Legislativa do Paraná.

Stephanes possui especialização em Administração Pública na Alemanha e em Desenvolvimento Econômico, pela Comissão Econômica para a América Latina (Cepal) da Organização das Nações Unidas (ONU). O dirigente iniciou sua carreira pública como técnico em orçamento. Aos 26 anos foi secretário de Finanças da Prefeitura de Curitiba. No Estado do Paraná, foi secretário da Agricultura, Planejamento, três vezes secretário da Administração, chefe da Casa Civil e presidente do Banco do Estado do Paraná (Banestado). No Governo Federal, foi ministro da Agricultura, Previdência e Assistência Social e Trabalho e Previdência Social.

Stephanes também foi eleito oito vezes deputado federal e presidiu as comissões de Economia, Indústria e Comércio, Finanças e Tributação, Previdência e Assistência Social e a Comissão Especial para Análise das Medidas do Plano Real na Câmara Federal. O paranaense atuou como presidente do Instituto Nacional de Previdência Social (INPS) e do Instituto Nacional de Assistência Médica da Previdência Social (Inamps). Também presidiu a Comissão de Criação e Implantação do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) e foi coordenador da Comissão que criou a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). 

Posts