Paulo Henrique Ribeiro: talento e dedicação na Marcha Atlética - Jornal de Colombo

Paulo Henrique Ribeiro: talento e dedicação na Marcha Atlética

Paulo Henrique Ribeiro: talento e dedicação na Marcha Atlética

Tímido, de poucas palavras, olhar desconfiado, mas com um sorriso sempre fácil. Assim é a descrição de um dos principais talentos do esporte lapidados no município de Colombo na última década. Paulo Henrique Ribeiro, de 20 anos, atleta da Marcha Atlética, disputa competições representando a cidade há aproximadamente cinco anos e já coleciona uma série

Tímido, de poucas palavras, olhar desconfiado, mas com um sorriso sempre fácil. Assim é a descrição de um dos principais talentos do esporte lapidados no município de Colombo na última década. Paulo Henrique Ribeiro, de 20 anos, atleta da Marcha Atlética, disputa competições representando a cidade há aproximadamente cinco anos e já coleciona uma série de títulos e marcas, chegando inclusive a representar o país em duas oportunidades, em competições no Peru e no México.

Agora, o garoto se mudou para Blumenau para seguir seu sonho dentro do esporte. Em Santa Catarina, Paulo Henrique já faturou a medalha de prata do Campeonato Catarinense de Marcha Atlética na prova de 20km, com um tempo de 1:32:59 e agora se prepara para a disputa da Copa Brasil de Marcha Atlética, marcada para o dia 14 de março em Bragança Paulista, no interior de São Paulo. “Ainda dá para melhorar muito minha marca. Foi a primeira competição do ano, mais para quebrar o gelo, e na Copa Brasil quero ter um desempenho melhor”, afirmou.

Os primeiros passos 

O talento de Paulo Henrique foi descoberto graças ao trabalho do Projeto Atletismo por Um Futuro Melhor, da Prefeitura de Colombo, criado pelo treinador Sidmar Andrighetto Gielow. “Comecei a praticar o atletismo em 2016, com quinze anos. O Sidmar fazia uma seletiva para participação nos Jogos Escolares. Eu fiz a seletiva, passei, participei dos Jogos Escolares e depois de um tempo comecei a vir treinar aqui no Bosque da Uva”, conta o jovem atleta, que na época era estudante do Colégio Abraham Lincoln, na Sede, e era morador do bairro Colônia Faria. “Eu comecei fazendo corrida, na modalidade 3 mil rasos. Aí depois de algumas semanas treinando aqui já fui para a Marcha Atlética”, relembra. 

A mudança

Em Colombo, Paulo Henrique se tornou em um dos atletas com mais conquistas e marcas, chegando inclusive a liderar um ranking internacional na modalidade na categoria sub-20, em 2020. Atualmente, com mais disputas nas categorias principais, o marchador se mudou para Blumenau, onde compartilha os treinamentos com o catarinense Matheus Gabriel de Liz Corrêa, sob o comando do treinador Ivo da Silva. “Ele é um adversário e amigo. Ele está um pouco acima, ganhou de mim no Campeonato Catarinense. Fui para lá para que um possa ajudar o outro. Espero que no futuro próximo possamos ter boas ‘brigas’ durante as provas”, explicou, ressaltando as novas responsabilidades após deixar a casa da família. “É diferente, agora tenho que fazer mais coisas, cozinhar, lavar roupa, essas coisas domésticas que só fazia uma vez ou outra”, se diverte.

Futuro

O foco de trabalho de Paulo Henrique Ribeiro está nas Olimpíadas de Paris, em 2024. Para chegar lá, o marchador precisa diminuir em mais de dez minutos suas melhores marcas até então. “Preciso baixar dez minutos da minha marca para pensar em chegar e entre 12 a 13 minutos para estar disputando entre os melhores, entre os principais atletas de topo”, detalha o marchador, que em 2021 tem algumas competições como prioridade, além da Copa Brasil. “Tem também o Troféu Brasil, o Campeonato Sul-Americano sub-23 e o Pan-Americano sub-23. Por enquanto, estou cotado para disputar essas competições internacionais, mas pode acontecer de outro atleta alcançar uma marca melhor que a minha e ocupar essa vaga”, explica.

1 comment

Posts