Intransponível, Ana Terra conquista o Cinquentinhas - Jornal de Colombo

Intransponível, Ana Terra conquista o Cinquentinhas

Intransponível, Ana Terra conquista o Cinquentinhas

Na manhã deste domingo, 15, o Ana Terra conquistou o título da categoria Cinquentinhas da Liga de Colombo de Futebol Amador. O troféu foi garantido após uma vitória de 1 a 0 sobre o São Gabriel, no estádio da Ressaca. No jogo da ida, as equipes haviam empatado em 0 a 0. No primeiro tempo

Na manhã deste domingo, 15, o Ana Terra conquistou o título da categoria Cinquentinhas da Liga de Colombo de Futebol Amador. O troféu foi garantido após uma vitória de 1 a 0 sobre o São Gabriel, no estádio da Ressaca. No jogo da ida, as equipes haviam empatado em 0 a 0. No primeiro tempo da partida decisiva, as duas equipes criaram oportunidades, especialmente em chutes de fora da área, mas os goleiros Maica (Ana Terra) e Sapinho (São Gabriel) apareciam com destaque. No segundo tempo, o jogo se manteve equilibrado. O time da casa tentava exercer pressão, principalmente com as jogadas saindo dos pés do meia Pastor, mas eram os visitantes que tinham ataques mais perigosos. Até que aos 27 minutos da etapa final, o artilheiro Márcio Polaco aproveitou cruzamento e um desvio para com total liberdade empurrar a bola para o fundo das redes e marcar o único gol da partida.

Já nos minutos finais, o São Gabriel ainda tentou ir atrás do empate, mas esbarrou no inspirado arqueiro do Ana Terra, que contando com a final, está há seis jogos consecutivos sem sofrer gols. O bom desempenho embaixo das traves lhe rendeu, inclusive, o prêmio de melhor jogador do torneio, entregue pelo presidente do clube Miguel Barbosa, pelo vice-prefeito Sergio Pinheiro e pelo secretário de Esporte, Cultura, Lazer e Juventude, Paulo Cesar Cardoso, presentes na solenidade de premiação. Outro atleta do clube campeão a receber premiação individual foi o atacante Márcio Polaco, autor de sete gols e artilheiro do certame. O Colombo recebeu o Troféu Disciplina e o Roça Grande ficou com o prêmio de defesa menos vazada, com seis gols sofridos. O Ana Terra foi campeão com Maica; Dante, Serginho, Irlan e Marcão; Edmilson, Lucas, Leseira e Laudeir; Galinho e Márcio Polaco. Técnico: Pereira. No banco: Vladimir, André, Jones, Carlos Henrique, Giba, Ovídio, Joel, Rodrigo e Sérgio. 

Posts