FIFA e OMS lançam campanha conjunta - Jornal de Colombo

FIFA e OMS lançam campanha conjunta

FIFA e OMS lançam campanha conjunta

A FIFA, Federação Internacional de Futebol, e a OMS, Organização Mundial da Saúde, lançaram nesta segunda-feira, 23, uma campanha de conscientização para os cinco passos que devem ser realizados pela população no combate ao coronavírus: lavar as mãos, cobrir o rosto quando espirrar ou tossir, evitar tocar a face, manter distância das pessoas e ficar atento

A FIFA, Federação Internacional de Futebol, e a OMS, Organização Mundial da Saúde, lançaram nesta segunda-feira, 23, uma campanha de conscientização para os cinco passos que devem ser realizados pela população no combate ao coronavírus: lavar as mãos, cobrir o rosto quando espirrar ou tossir, evitar tocar a face, manter distância das pessoas e ficar atento aos sintomas. A ação irá contar com diversos atletas renomados da atualidade e também de tempos passados para a promoção de vídeos e mensagens aos fãs de futebol. “Todos sabemos que a situação com o coronavírus é muito séria e a saúde deve ser prioridade”, disse Arséne Wenger, ex-técnico do Arsenal, da Inglaterra, e atualmente chefe de desenvolvimento da entidade que rege o futebol no planeta. O presidente da FIFA, o italiano Gianni Infantino, destacou em nota a necessidade de seguir as recomendações dos órgãos e autoridades. “Por favor, mantenha-se constantemente informado. Siga as recomendações e apoie a OMS em seu esforço para conter o coronavírus. Juntos, vamos ganhar esta difícil partida”, escreveu.  

Vinte e oito personalidades do mundo do futebol estão envolvidas na campanha, que será veiculada em treze idiomas diferentes. São eles: o goleiro brasileiro Alisson Becker, do Liverpool-ING; as estrelas mundialistas Sami Al Jaber (Arábia Saudita), Jared Borgetti (México), Samuel Eto’o (Camarões), Valeriy Karpin (Rússia), Gary Lineker (Inglaterra), Carles Puyol (Espanha), Xavi Hernandéz (Espanha), Yaya Touré (Costa do Marfim), Emre Belözöglu (Turquia), Gianluigi Buffon (Itália), Youri Djorkaeff (França), Radamel Falcão (Colômbia), Miroslav Klose (Alemanha), Juan Sebastián Verón (Argentina), Michael Owen (Inglaterra), Iker Casillas (Espanha), Park Ji-Sung (Coreia do Sul) e Philippe Lahm (Alemanha); além do craque argentino Lionel Messi, do Barcelona; do ex-selecionável egípcio Mido; do destaque do futebol indiano Sunil Chhetri e das jogadoras e ex-jogadoras Carli Lloyd (Estados Unidos), Sun Wen (China), Han Duan (China), Laura Georges (França), Celia Sasic (Alemanha) e Asako Takakura (Japão). 

Posts