Em meio à pandemia, dupla Gre-Nal volta aos treinos - Jornal de Colombo

Em meio à pandemia, dupla Gre-Nal volta aos treinos

Em meio à pandemia, dupla Gre-Nal volta aos treinos

Com o aval da Prefeitura de Porto Alegre, Internacional e Grêmio, as duas maiores equipes de futebol do Rio Grande do Sul, voltaram a treinar presencialmente nesta terça-feira, 5, após 50 dias sem atividades. Ambos os clubes afirmam seguir os protocolos de saúde e orientações das autoridades. Os jogadores do Colorado, por exemplo, se apresentaram

Com o aval da Prefeitura de Porto Alegre, Internacional e Grêmio, as duas maiores equipes de futebol do Rio Grande do Sul, voltaram a treinar presencialmente nesta terça-feira, 5, após 50 dias sem atividades. Ambos os clubes afirmam seguir os protocolos de saúde e orientações das autoridades. Os jogadores do Colorado, por exemplo, se apresentaram em seis horários diferentes. “Montamos um protocolo baseado na segurança de saúde dos atletas. Armamos tendas ao ar livre, onde fazem a avaliação médica na busca por sintomas. Ontem, todos foram avaliados para sorologia do Covid-19. Avaliamos também temperatura e oximetria. Será uma prática diária, buscando controlar de perto a saúde dos atletas e visando ter uma atitude ágil, caso haja necessidade. A estrutura montada para treino também é toda externa, com escala de diferentes horários, para que também possam realizar as atividades minimizando os riscos”, explica o médico Luiz Crescente, Coordenador de Saúde do Inter.

Todos os atletas chegaram ao CT do clube já vestidos com o uniforme de treino do clube, desceram dos carros e seguiram direto para o posto de triagem do departamento médico, montado no pátio do Centro de Treinamento, em área aberta. Em seguida, foram ao campo para a realização de atividades físicas. “O que estamos proporcionando aos jogadores é que possam vir ao clube para exercer a sua atividade profissional. Com todos os controles e precauções, proporcionamos a eles que possam trabalhar ao ar livre, não só para realizar uma atividade física, mas também para a saúde mental”, disse Crescente. No gramado do CT, realizaram corridas, respeitando o distanciamento de segurança, e exercícios com peso. Integrantes da comissão técnica e da equipe de apoio foram destacados para higienizar individualmente os equipamentos a cada mudança de atleta. Finalizada a atividade, cada um seguiu para o carro e para casa. De acordo com o clube,as áreas do vestiário, academia e refeitório estão desativadas. O quadro de funcionários com trabalho presencial também foi reduzido, com boa parte dos colaboradores trabalhando em home office.

No Centro de Treinamento Luiz Carvalho, o Grêmio também viveu rotina similar e iniciou as atividades já na segunda-feira, 4. De acordo com o tricolor gaúcho, os profissionais do Departamento de Futebol e jogadores irão seguir um protocolo detalhado, baseado em divisões geográficas do CT, medições de temperatura e oxigênio, aplicação do teste de imunidade para a covid-19 e espaços abertos e bem ventilados. A circulação será restrita ao número já determinado de profissionais e se, a qualquer momento, alguém apresentar febre ou relatar desconforto, será imediatamente encaminhado a um dos médicos do clube. Para a realização dos primeiros testes, na manhã de terça, os jogadores foram divididos em pequenos grupos. Assim como o Inter, o Grêmio não fará uso dos vestiários e os atletas devem chegar já uniformizados ao local.

Federação Paulista mantém veto

A Federação Paulista de Futebol (FPF) realizou nesta segunda-feira, 4, junto com os clubes participantes da Série A1 do Campeonato Paulista, uma reunião virtual em que ficou definido que, apesar da liberação do Ministério da Saúde, as atividades do futebol paulista não irão retornar até que as autoridades de saúde estadual e municipais permitam. Em comum acordo, todos os clubes decidiram voltar aos treinamentos em conjunto, na mesma data, que será acordada assim que houver a autorização por parte das autoridades de saúde. O mesmo prazo será aplicado à equipe de arbitragem da FPF. Em um comunicado publicado no site da entidade, a FPF e os clubes lamentaram as mais de 7 mil mortes registradas no país em razão do novo coronavírus. A entidade anunciou ainda que não realizará em 2020 a Festa de Premiação dos Melhores do Campeonato. O valor que seria investido no evento será integralmente revertido para o custeio do Protocolo de Retomada do Futebol. O mesmo acontecerá em relação ao apoio financeiro recebido pela CBF, no valor de R$ 120 mil.

Flamengo faz acordo por redução de salários

O Flamengo, um dos primeiros times a insinuar a retomada das atividades, anunciou na manhã desta terça-feira que chegou a um acordo com o elenco rubro-negro pela redução de 25% dos salários dos jogadores e adiamento do pagamento dos direitos de imagem. A medida vale inicialmente para os meses de maio e junho. “As medidas tomadas esta semana (a mais dolorosa delas sendo a redução de aproximadamente 6% de seu quadro de colaboradores), aliadas a este importante acordo com os jogadores, ajudarão o Clube: a quitar todos os direitos trabalhistas dos ex-colaboradores; a preservar ao máximo o emprego e o pagamento em dia de mais de mil colaboradores, entre funcionários e atletas; a manter a prestação dos serviços para os 16 mil sócios da sua sede social e a continuar com a performance esportiva de excelência em todos seus esportes, desejo dos 42 milhões de torcedores que formam a Nação Rubro-Negra”, diz a nota oficial emitida pelo clube carioca.

Luto na Gávea

Além da questão financeira, o Flamengo sofreu um duro golpe nesta segunda-feira, com o falecimento do massagista Jorge Luiz Domingos, mais conhecido como Jorginho, que era o funcionário mais antigo do departamento de futebol do rubro-negro. Jorginho foi vítima fatal da covid-19. Em nota publicada no site oficial, o clube lamentou o falecimento do funcionário. “O Clube de Regatas do Flamengo presta condolências à família, amigos e companheiros de trabalho de Jorginho e agradecerá eternamente por toda a sua dedicação durante muitos anos ao Rubro-Negro”, afirmou a nota. Jorginho participou dos principais títulos do Flamengo na história, como as Libertadores de 81 e 2019, o Mundial de Clubes de 81, além de outros dez títulos de âmbito nacional. 

Posts