Colombense conquista bronze no Sul-Americano de Marcha Atlética - Jornal de Colombo

Colombense conquista bronze no Sul-Americano de Marcha Atlética

Colombense conquista bronze no Sul-Americano de Marcha Atlética

Foi realizado neste final de semana, em Lima, no Peru, o Campeonato Sul-Americano de Marcha Atlética, em que quatro colombenses fizeram parte da delegação brasileira na competição. Estiveram na disputa os atletas Paulo Henrique Ribeiro, Gabrielly Cristina dos Santos e Thaliane Janaína da Cruz, além do treinador Sidmar Andrighetto Gielow, que fez parte da comissão

Foi realizado neste final de semana, em Lima, no Peru, o Campeonato Sul-Americano de Marcha Atlética, em que quatro colombenses fizeram parte da delegação brasileira na competição. Estiveram na disputa os atletas Paulo Henrique Ribeiro, Gabrielly Cristina dos Santos e Thaliane Janaína da Cruz, além do treinador Sidmar Andrighetto Gielow, que fez parte da comissão técnica. Os brasileiros conquistaram seis medalhas, tendo entre elas, o bronze conquistado por Paulo Henrique na prova dos 10km na categoria sub-20, com um tempo de 44:39. O colombense subiu ao pódio ao lado do atleta de São Paulo, Kauan Domingues, que foi segundo colocado. O campeão foi o equatoriano Oscar Patin, com 43:20.

Os principais destaques da delegação foram o brasiliense Caio Bonfim e a carioca Viviane Santana Lyra, que conquistaram o ouro em suas respectivas categorias. Caio, medalha de bronze no Mundial de Londres-2017, venceu os 20km, com o tempo de 1:24:33, superando a legião equatoriana, liderada por Brian Pintado, campeão do Pan, que chegou em segundo lugar, com 1:25:32. Nos 50 km, Viviane foi a grande vencedora, com 4:41:07, seguida na dobradinha com Mayara Luize Vicentainer, de Santa Catarina, com 5:00:28. Outra medalha foi conquistada pela brasiliense Gabriela de Souza Muniz, nos 10 km Sub-20, prova em que Gabriely Cristina dos Santos ficou na quinta posição, com 53:08.

“A participação brasileira foi excelente. Toda equipe vestiu a camisa e apoiou todos os atletas nas provas. Quero dar parabéns a todos os atletas, treinadores e presidentes de Federações, além de meu reconhecimento pelo apoio da Caixa Econômica Federal. Ela é nosso oxigênio para competir”, comentou o presidente do Conselho de Administração da Confederação Brasileira de Atletismo, Warlindo Carneiro da Silva Filho, que chefiou a delegação no Peru. “Ficamos atrás do Equador, por equipes, mas isso não é demérito. O Equador é forte na marcha no mundo inteiro”, completou. 

Posts