Athletico sofre goleada histórica na Libertadores e perde para o The Strongest por 5x0; Técnico Fábio foi demitido após o jogo - Jornal de Colombo

Athletico sofre goleada histórica na Libertadores e perde para o The Strongest por 5×0; Técnico Fábio foi demitido após o jogo

Athletico sofre goleada histórica na Libertadores e perde para o The Strongest por 5×0; Técnico Fábio  foi demitido após o jogo

POR EDUARDO TABORDA – JORNAL DE COLOMBO Em um a noite complicada na Bolívia, o Athletico-PR foi sofreu a sua pior goleada em toda a sua história na Libertadores da América. O time do agora ex-técnico do clube, Fábio Carrile, foi atropelado pelo The Strongest por 5×0, no Estádio Hernando Sales, valido pelo grupo B,

POR EDUARDO TABORDA – JORNAL DE COLOMBO

foto: Jorge Bernal/AFP

foto: Jorge Bernal/AFP

Em um a noite complicada na Bolívia, o Athletico-PR foi sofreu a sua pior goleada em toda a sua história na Libertadores da América. O time do agora ex-técnico do clube, Fábio Carrile, foi atropelado pelo The Strongest por 5×0, no Estádio Hernando Sales, valido pelo grupo B, na quarta rodada da competição.

O time rubro negro até começou bem no primeiro tempo, com varias oportunidades de gols com Vitinho, o qual errou na pontaria, mas aos poucos a equipe aceitou o jogo do adversário e teve uma atuação desastrosa.

Depois da goleada sofrida na Libertadores, o técnico Fábio Carille foi demitido do Athletico, após atuar apenas 21 dias no comando do Furacão. Carille disse em entrevista após a partida que foi surpreendido com a decisão da diretoria do clube.

A decisão partiu do presidente Mario Celso Petraglia e o treinador foi demitido ainda noite de ontem após a partida na Bolívia, que aconteceu assim que terminou a entrevista coletiva ao lado do atacante Marcelo Cirino. Fábio foi comunicado pelo vice-presidente, Márcio Lara. Além de Carille, os auxiliares Leandro da Silva e Denis Faria Luup e o diretor de futebol Fernando Yamada também deixam o clube.

Em sua breve passagem pelo clube, Carille que chegou no último dia 13 de abril, veio para substituir o também ex-técnico do Athletico, Alberto Valentim. Com apenas 21 dias de trabalho, foram oito jogos, sendo 3 vitórias, 1 empate e 4 derrotas e apenas sete dias de treinamento. O treinador não escondeu sua decepção com a demissão.

Atlhetico encontra-se na lanterna do grupo B com 4 pontos, e seu próximo jogo pela Libertadores é contra o time do Libertad na Arena da Baixada, no dia 18 uma quarta-feira, e precisa da vitória para permanecer vivo na disputa da classificação.

Texto Revisado por Kainan Lucas – Chefe de Redação

Kainan
EDITOR
PROFILE

Posts