Integração tecnológica para o combate da criminalidade - Jornal de Colombo

Integração tecnológica para o combate da criminalidade

Um grande avanço para a segurança pública da Região Metropolitana de Curitiba foi concluído na semana passada pela Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária (SESP). Todas as 29 prefeituras da RMC assinaram os Termos de Cooperação Técnica para o compartilhamento de informações entre os órgãos de segurança estaduais e as Guardas Municipais, possibilitando a

Um grande avanço para a segurança pública da Região Metropolitana de Curitiba foi concluído na semana passada pela Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária (SESP). Todas as 29 prefeituras da RMC assinaram os Termos de Cooperação Técnica para o compartilhamento de informações entre os órgãos de segurança estaduais e as Guardas Municipais, possibilitando a troca de informações entre os seus sistemas internos.

Na quinta-feira, 06, estive na SESP junto com o prefeito de Quatro Barras, Angelo Andreatta, para assinar como testemunha o documento que formalizou o convênio para aquele município. O ato informal foi muito produtivo porque o secretário Coronel Rômulo Marinho fez um completo relato sobre esse projeto e outras questões de segurança pública na RMC.  E, sem dúvida, a integração de sistemas e o compartilhamento de informações entre o Estado e os municípios são uma grande arma no combate à criminalidade e à bandidagem.

A troca de informações vai permitir maior agilidade na resolução de casos como, por exemplo, a identificação de veículos roubados e da ficha criminal de suspeitos. O prefeito, conhecido como Lara, disse que o convênio é muito importante para o município que poderá acessar de forma online o mesmo sistema usado pelas Polícias Civil e Militar do Paraná. Como sempre digo, a tecnologia é uma grande aliada da segurança pública e o Paraná deve investir muito nessa área para dar mais tranquilidade à nossa população.

Participaram do ato, na sede da SESP, o secretário municipal de Ordem Pública, GM Messias, e o comandante da Guarda Municipal de Quatro Barras, GM Grein. Os dois são defensores desse sistema de compartilhamento há algum tempo. A GM de Quatro Barras poderá ter acesso aos dados do Boletim de Ocorrências Unificado (BOU) e do Business Inteligence (BI), sistema usado para compilação e gerenciamento de dados, além de outras informações que podem ser consultadas.

Em contrapartida, a SESP poderá ver a base cartográfica do município e ter acesso a câmeras de segurança e demais informações que possam colaborar com a elaboração de estratégias de operações na região. Além dos municípios da RMC, já assinaram os Termos de Cooperação Técnica às prefeituras de Sarandi, Arapongas, Londrina e Paranaguá.

GUARATUBA – Tive a honra de ser eleito relator da Comissão Especial da PEC 1/2020, a chamada PEC da Ponte de Guaratuba, que está tramitando na Assembleia Legislativa e vai alterar as possibilidades de financiamento da aguardada obra no litoral paranaense. A Comissão será presidida pelo meu amigo deputado Nelson Justus, que é da região. Atualmente, a Constituição estadual restringe o financiamento da obra à cobrança de pedágio. A proposta abre a possibilidade de uma concorrência nacional ou internacional realizar o investimento. Agradeço pela confiança dos demais membros da Comissão, deputados Michele Caputo (PSDB), Alexandre Curi (PSB) e Coronel Lee (PSL).

*Rubens Recalcatti é deputado estadual pelo PSD
dep.delegadorecalcatti@gmail.com
https://www.instagram.com/delegadorubensrecalcatti/
https://www.facebook.com/DelegadoRecalcatti/
https://www.recalcatti.com.br/

Posts