Assembleia de Deus cumpre restrições e mantém lives - Jornal de Colombo

Assembleia de Deus cumpre restrições e mantém lives

Assembleia de Deus cumpre restrições e mantém lives

Com a definição de novas medidas restritivas no município de Colombo, as igrejas de todas as denominações tiveram de reduzir algumas atividades,como a não realização de cultos presenciais nos fins de semana. A Assembleia de Deus Colombo Missão Integral imediatamente acatou as normas e voltou a focar no trabalho de distribuição do conteúdo de forma

Com a definição de novas medidas restritivas no município de Colombo, as igrejas de todas as denominações tiveram de reduzir algumas atividades,como a não realização de cultos presenciais nos fins de semana. A Assembleia de Deus Colombo Missão Integral imediatamente acatou as normas e voltou a focar no trabalho de distribuição do conteúdo de forma online. No último domingo, 28, o pastor presidente da ADCMI, Carlos Eduardo Neres Lourenço comentou sobre as medidas restritivas durante o culto de louvor. “Nesta semana, o município de Colombo decretou a impossibilidade de as igrejas realizarem cultos presenciais nos finais de semana e nós estamos cumprindo essa norma. É bem verdade, que as autoridades nos autorizaram o funcionamento em atendimentos individuais, na produção dessas lives, como estamos fazendo aqui, assim como o funcionamento administrativo de nossa igreja”, explicou. “A igreja continua de plantão para você, para orar por você, te atender naquilo que for necessário e prosseguir fazendo as atividades, inclusive, recebendo a tua adoração, louvor e gratidão. Continuaremos fazendo nosso serviço social. Esta igreja vai continuar investindo na vida dos obreiros, dos irmãos e das irmãs que prestam sua vida ao Evangelho e à causa do Senhor Jesus Cristo”, completou o pastor, que destacou o papel da Igreja no cotidiano das pessoas. “Estamos momentaneamente impedidos de ter cultos, mas não estamos parados. Não estamos impedidos de ser igreja. Estamos e vamos continuar sendo igreja e continuamos com você, da sua casa, do seu computador, smartphone, tablet, para que o Evangelho continue sendo pregado. A Igreja não para”.

O pastor também lamentou a situação atual da pandemia. “Estamos enfrentando um momento duro. Um momento difícil, que nos afeta em todos os aspectos. Nos afeta emocionalmente, socialmente, financeiramente e em todos os aspectos da vida humana em toda a Terra. Não é um momento desejado, pedido, almejado, nem que possamos sentir alegria por viver. Mas é um momento que nos foi permitido passar. É muito difícil olharmos para essa igreja, que sempre está cheia, lotada, vibrante, alegre, e vermos a maioria dos nosso bancos vazios e tentarmos imaginar o rosto de nossos irmãos que sempre estiveram conosco aqui e neste momento não podem estar”, disse. 

Por fim, o pastor Carlos Eduardo relembrou que a ADCMI está em constante contato com as autoridades e que a população em geral deve se preparar para novas medidas restritivas. “Nós também temos o dever de comunicar a todos os irmãos, que na quinta-feira, 25, tivemos uma reunião online com o Beto Preto, secretário de Estado da Saúde. Os números que nos foram apresentados não são bons, não são agradáveis. A enfermidade continua avançando a passos largos em nosso estado. Na sexta, tivemos uma reunião presencial com o Governo do Estado e esse assunto foi novamente debatido. Talvez o Estado tenha que tomar medidas ainda mais rígidas. Mas vamos orar para que o Senhor conduza as coisas e faça nossos governantes sábios”, declarou.

Posts